Senado às escuras depois da sublevação da bancada lulopetista

Pelo regimento interno, qualquer senador pode abrir a sessão no horário agendado.Foi o que fez Fátima Bezerra, PT, que depois negou-se a ceder o lugar ao presidente. Ela colegas comunistas ocuparam a Mesa pela força.  As senadoras oposicionistas que ocuparam os lugares na mesa são: Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Fátima Bezerra (PT-RN) e Regina Sousa (PT-PI).

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, mandou desligar as luzes do plenário, evacuou o recinto e avisou que só retomará os trabalhos de votação da reforma trabalhista quando as bancadas do PT e dos seus aliados da Rede, PCdoB e PDT garantirem que não prosseguirão usando a força física para impedir a sessão.

Os senadores do PT e seus aliados sublevaram-se, ocuparam a Mesa e impediram a presidência de Eunício Oliveira, que resolveu agir para impedir que os senadores em voto imponham-se pela violência contra os senadores com votos.

8 comentários:

Anônimo disse...

A turma do quanto pior melhor.Fora PT 2018.

Anônimo disse...

É o lixo ideológico, incapaz de conviver numa democracia. Merecem chafurdar no esgoto.

Anônimo disse...

Mais era exatamente isso que a turma da chupeta queria. Tudo tem limite e já chegou a hora de impor limites a estes maus políticos.

Anônimo disse...

Bagaceirada! É uma vergonha o que acontece em Brasília.

Anônimo disse...

Estão agindo igual os baderneiros esquerdopatas nas ruas que saem destruindo tudo.

Anônimo disse...

Queria ver essa baderna no regime militar...

Anônimo disse...

Quanta gente ignorante aqui. Um texto IMBECILIZANTE e uma horda de otários que só pensam no LULA. Deixem seu ódio de lado, não pensem com o intestino, usem a pouca e inepta massa encefálica dos senhores para analisar a situação.

A reforma trabalhista é criticada pela maioria da justiça trabalhista, pelos procuradores do trabalho, por milhares de entidades e intelectuais.

É danosa aos direitos do trabalhador e não me venham com essa infatilidade babaca de que não mexerão no 13º, férias e outros. Não mexerão mesmo, não são burros, eles apenas estão criando mecanismos para que muitos não tenham mais condições de receberem estes benefícios e direitos. Como exemplo temos, trabalho intermitente, autônomo exclusivo, negociado prevalecendo sob o legislado... e por aí vai.

Anônimo disse...

NADA A ESTRANHAR , É O PARTIDO DAS TREVAS , O PT .!!!