O governo Temer desarmou a caminhada rumo ao suicídio

Nesta entrevista feita por Altamiro Silva Junior, O Estado de S.Paulo, o economista Benny Parnes, ex-diretor do BC e sócio da gestora SPX Capital, diz que Brasil desarmou a “caminhada rumo ao suicídio” ao mudar a condução da política econômica no ano passado, com o começo do governo de Michel Temer. 

Leia todo o texto publicado pelo Estadão:

Agora, é preciso preservar o que já foi conquistado e evitar voltar a velhos erros, avalia o economista e ex-diretor de Política Internacional do Banco Central, Beny Parnes, sócio da gestora SPX Capital. No momento em que se discute se o Brasil pode ter um terceiro presidente em pouco mais de um ano, o executivo avalia que a agenda de reformas estruturais não deve ser pauta de um ou outro governo, mas do Estado, da nação.  A seguir, trechos da entrevista.

A economia tem mostrado certa resistência à piora da política. A crise em Brasília pode afetar a atividade?
Quanto mais a incerteza se prolongar, pior.

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista.