Novo Diretor Administrativo da Câmara de Porto Alegre diz que nunca foi líder do Bloco dos Pelados.

O advogado João Hermínio Marques mandou carta ao editor para explicar que jamais esteve "pelado" na Câmara de Porto Alegre, embora em julho de 2013, aos 25 anos, tenha participado da ocupação da Casa. Ele disse ao editor que não praticou ações de violência. João Hermínio acaba de ser indicado para uma das Diretorias da Câmara, a Administrativa. Leia a nota, que segue o mesmo espaço dedicado à notícia postada aqui pelo editor:

Sou João Herminio Marques, advogado, formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Peço a devida retificação na matéria, pois, jamais estive "pelado" na Câmara; muito menos invadi, vandalizei, nem agredi qualquer funcionário público, ou depredei a Casa legislativa de Porto Alegre. Tivesse feito algumas dessas ações teria cometido crimes.

De fato, em julho de 2013, eu, aos 25 anos, jovem militante, participei da Ocupação da Câmara Municipal dos Vereadores de Porto Alegre com objetivo de buscar mudanças imediatas no transporte público da capital gaúcha. No entanto, em nenhuma imagem ou vídeo daquele momento na Câmara o senhor me encontrará cometendo as ações colocadas em sua postagem, tão pouco ficando nu na Casa. 

Não fui líder de bloco de "pelados". Pois fui e sou contra aquele tipo de manifestação inconsequente. A verdade é que fui tão somente ocupante/manifestante naqueles dias de julho na Câmara Municipal dos Vereadores de Porto Alegre,

Serei o próximo Diretor Administrativo da Câmara. O que nada tem a ver com os idos de 2013. 

Inclusive, mais do que nunca, minha função agora é cuidar da Casa e de seus trabalhadores servidores. 

João Herminio Marques.

16 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

Numa época de crise, um contra-cheque é defendido com unhas e dentes.

O nobre advogado participou da ocupação e foi conivente com os atos, logo também tem responsabilidade.

A esquizofrenia esta espalhada por toda a sociedade brasileira.

Enquanto o PT não for extinto, nada muda.

JulioK


Anônimo disse...

O crime realmente compensa! Esse cidadão foi "manifestante/ocupante" da Câmara em 2013 e, em 2016, "é premiado" como o cargo de Diretor Administrativo. Vão criar vergonha na cara! Ao invés de elevar o nível, chafurdam no estrume cada vez mais...

Anônimo disse...

" participei da Ocupação da Câmara Municipal dos Vereadores de Porto Alegre"....... logo em seguida "Pois fui e sou contra aquele tipo de manifestação inconsequente"
A que ponto chegamos eles próprios se contradizem em poucas palavras não é por acaso que hj POA é a capital de menor qualidade de vida e lixo do sul do Brasil....

Anônimo disse...

Cara dura...
Mentira não é nenhum pecado pra esses esquerdinhas

Anônimo disse...

Políbio...
Este se vende barato... Agora que "pinta uma boquinha" vendeu a ideologia... Este tipo de "gente" tem que ficar cada vez mais longe do que é nosso...

Mordaz disse...

Só não tirou a roupa, invadiu mesmo. Confessou. É esta o seu respeito a CASA DO POVO. Ocupação ilegítima por um grupelho fascista. A minoria querendo impor a maioria sua opinião de forma truculenta.

Anônimo disse...

Já era... fez besteira agora quer consertar. Tinha que ter pensado melhor antes de apoiar a invasão.

Anônimo disse...

A UERJ é um lixo que só sabe fazer lavagem cerebral.
Esse cara deveria ser preso, pois confessou um crime.

Anônimo disse...

Ocupou mas não invadiu... estava lá, mas resignadamente... esteve ao lado do ato, mas não no ato em si... esteve ao lados dos peladões, mas estava vestido...
Enfim, está engrossando o bloco daqueles que "fumaram, mas não tragaram..."

Estimulou uma horda de inocentes-úteis, esteve ao lado deles, fez tudo com eles, insuflou todos...

Agora que está na cúpula, agarrado com as duas mãos e com os dois pés na gorda teta do estado, renega seu passado e ainda diz - "esses aí eu não conheço e nem sei quem são!"...

Anônimo disse...



Não tirou a roupa, mas participou de anarquia na própria Câmara de Vereadores. Por ai já não poderia pegar emprego nesta Casa Legislativa

O que a gente faz a gente tem que pagar, mesmo no setor público!

Anônimo disse...

Ocupante não, foi invasor e apoiar atos com pessoas de tão chinelona estirpe por si só é inaceitável. Quem anda com cães pega pulgas!

Anônimo disse...



Pelado como? Tipo- sem roupa e com os balangandã balançando?!

Será um ótimo diretor para os descamisados !

Anônimo disse...



Essa turma gosta é de fazer um trenzinho...!

Anônimo disse...

Mentir é ideológico para os esquerdistas, por isso mentem com a maior desfaçatez, não se importando o que fizeram ou falaram pouco antes.

Celso disse...

Mandem esse ZICA de volta pro Rio. RS, não é lixeira do Brasil. Muito menos fossa séptica.

Anônimo disse...

A Câmara ultimamente com muita incoerência nas sua ações.

Como passa pela CCJ uma emenda de matéria do competência exclusiva do executivo, matéria que estagiário de direito deve saber.

"Emenda (nº05) ao projeto de lei complementar nº 002/15 de autoria do vereador Márcio Bins Ely foi aprovada na sessão plenária desta segunda-feira (21/03) determinando que somente servidores com Ensino Superior completo possam exercer o cargo de Agente de Fiscalização no município de Porto Alegre."