Brasil fecha 2014 com rombo recorde nas contas externas

O Brasil fechou 2014 com déficit recorde em transações correntes, a US$ 90,94 bilhões, abatido sobretudo pelo mau desempenho da balança comercial e no segundo ano consecutivo sem que o rombo fosse coberto pelos investimentos produtivos vindos de fora.

Só em dezembro, o déficit em conta corrente somou US$ 10,317 bilhões, informou o Banco Central nesta sexta-feira, pior do que o esperado por economistas consultados pela Reuters, com previsão de saldo negativo de 9,7 bilhões de dólares no mês passado.

O resultado negativo do ano passado foi equivalente a 4,17% do Produto Interno Bruto (PIB), o maior desde 2001 (4,19%), segundo a série histórica do BC iniciada em 1947.

2 comentários:

Anônimo disse...

Roubar demais dá nisso e vai piorar, MAIS IMPOSTOS PARA TER O QUE ROUBAR MAIS.
Solução: prisão dos ladrões e devolução do que roubaram com multa e desapropriação de todos os bens deles e de figuras relacionadas-laranjas, parentes, etc,de pessoas fisicas e juridicas.

Luiz Vargas disse...

Já as contas internas da quadrilha bandoleira PeTralha aPresenTa um superavit de, no mínimo, dois trilhões de grana roubada e embolsada.