RBS reúne trabalhadores em videoconferência para anunciar 130 demissões

O presidente do grupo RBS, Duda Melzer, reuniu seus funcionários nesta segunda-feira a tarde para comunicar que a partir de quarta-feira demitirá 130 trabalhadores dos seus jornais.

. Foi tudo por videoconferência.

. A RBS foi alcançada pelo site Coletiva, especializado na área de jornalismo, mas não deu detalhes.

. Duda Melzer falou em renovação, mas não explicou o que entendia por renovação.

. A prática de anúncio coletivo de demissões ou demissões a conta-gotas é prática não recomendável por qualquer área civilizada de recursos humanos, que aconselha desligamentos trabalhados com cada demitido, buscando garantir vantagens por longos períodos e até auxiliando-o a buscar novas colocações, até mesmo treinando-o para isto.

- Informações até agora não confirmadas são de que Duda Melzer também pensa em transferir o comando executivo da RBS para São Paulo. 

Programe o happy hour do seu escritório ou o seu
aniversário: fones e endereços em
www.biermarkt.com.br
As melhores cartas de cervejas e chopes artesanais, segundo Veja. No Bier Markt Von Fass, são 38 torneiras diferentes de chopes. 

22 comentários:

JLPrévidi disse...

acho que não foi na Coletiva

Anônimo disse...

Para ele renovar é beijar as botas de governantes esquerdistas e corruptos em troca de engavetamento de processos que colocaria toda sua família debaixo da ponte...

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que a RBS não dá a mínima para seus empregados...

Anônimo disse...

Com certeza não foram demitidos pelos mesmos motivos que levaram à demissão do analista do Santander...

Anônimo disse...

Políbio,

Após a quebra do "Relógio dos 500 Anos", a RBS virou puxa-saco do PT e conseguiu uma Bolsa-BNDES.

O único "probleminha" é que, no fundo, o PT despreza puxa-sacos. Elles usam e abusam para depois descartarem.

JulioK


Anônimo disse...

Imaginem se ZH ficar ainda pior do que já esta!

Anônimo disse...

Perfeito Anônimo das 16:29h. o processo no conselho dos contribuintes na Receita Federal é um tsunami.

Anônimo disse...

"nformações até agora não confirmadas são de que Duda Melzer também pensa em transferir o comando executivo da RBS para São Paulo."

me parece claramente uma fuga das garras do petismo e uma ida para o berço da eficiência e do republicanismo, o governo paulista do PSDB!

Anônimo disse...

A favor da estatização da RBS!

Justiniano disse...

É a RBS = Rede Baixo Salário.

Demissão é só o começo da estratégia de escapar de ser estatizada pelos petralhas, ou seja essa economia toda (ouro) vai para paraísos fiscais. Aprenderam rápido com o que aconteceu com os principais jornais e tv's da Venezuela no regime bolivariano.

Quanto a Zero Hora, virou um jornal barato, com notícias da internet e muita propaganda.

O Caderno de classificados está cada vez mais minguado, sinais do tempo de recessão que se aproxima.
O caderno de imóveis esta cada vez mais reduzido, e dizer que era sempre o maior algum tempo atrás.

O mesmo ocorria com carros e empregos.

O caderno dos automóveis tinha, neste domingo, 6 folhas o mesmo numero de folhas do caderno de empregos. Parecia jornal de interior, mas não da capital do RS.

Justiniano disse...

É a RBS = Rede Baixo Salário.

Demissão é só o começo da estratégia de escapar de ser estatizada pelos petralhas, ou seja essa economia toda (ouro) vai para paraísos fiscais. Aprenderam rápido com o que aconteceu com os principais jornais e tv's da Venezuela no regime bolivariano.

Quanto a Zero Hora, virou um jornal barato, com notícias da internet e muita propaganda.

O Caderno de classificados está cada vez mais minguado, sinais do tempo de recessão que se aproxima.
O caderno de imóveis esta cada vez mais reduzido, e dizer que era sempre o maior algum tempo atrás.

O mesmo ocorria com carros e empregos.

O caderno dos automóveis tinha, neste domingo, 6 folhas o mesmo numero de folhas do caderno de empregos. Parecia jornal de interior, mas não da capital do RS.

Anônimo disse...

RBS = REPUBLIQUETA BANANEIRA SINDICALISTA

Anônimo disse...

A incompetência dessa gente é impressionante.

Anônimo disse...

Até o meu cachorro sabe que a RBS é tucana até por dentro da alma, é só ver aonde foram trabalhar os ex-ministros do FHC logo que terminou o governo. Nada mais natural que vá para SP, lá vai deitar e rolar com os ATUCANALHADOS !.

Anônimo disse...

Essa renovação, ou será para a necessária "faxina" que deve ser feita nas redações da RBS que estão tomadas por esquerdistas, assim como as redações de todos os veículos de comunicação no país, ou então será para "piorar" ainda mais e aumentar o alinhamento com a esquerda tupiniquim e o governo petralha! Como as eleições ainda não estão definidas nacionalmente, acho que a segunda opção é mais provável, talvez por exigência da quadrilha que governa o país, que está começando a jogar pesado!
Em um curto prazo de tempo a gente saberá qual o motivo real!

Anônimo disse...

A Daniela Azeredo, infelizmente, foi demitida, linda aquela mulata.

Anônimo disse...

Os jornais estão em crise no Brasil e no mundo, o Estadão, mal das pernas, o outrora conceituado Jornal do Brasil não tem mais versão em papel.
A internet tá balançando esse mercado.

FAÇANHA, o vaticinador disse...

A RBS está muito governista, o jornal ZH é uma sombra do que um dia foi, com péssima apresentação visual; a radio Gaucha é levada por estagiárias de jornalismo; enfim, parece que a concorrência do O SUL está pesando também, junto a outros fatores, como a brutal retração econômica do RS e do Brasil.

Anônimo disse...

Acho que demitir menos de 10% de sua força de trabalho não é nada catastrófico para uma grande empresa. Aproveita-se também para limpar colaboradores caros, acomodados e que não dão mais a resposta esperada. Mas o mundo mudou e os jornais de papel mundo a fora estão sentindo a revolução da internet assim como a indústria fonográfica sentiu. Outra que já está sentindo, mas numa escala ainda menor e de forma mais lenta é a televisão. Porém quem trabalha neste meio já está esperando.

Anônimo disse...

Precisamos um jornal com o modelo da Folha de São Paulo aqui no RS.

Esta "nova" formatação da Zero Hora lembra mais a revista RECREIO do que um jornal!

Anônimo disse...

FUI UM DOS COLABORADORES DESTA EMPRESA,MAIS PRECISAMENTE DA RÁDIO GAÚCHA.OS DITOS "CHEFES"GOSTAM DE "DAR LETRINHAS" SOBRE "...SE SAIR DAQUI ONDE VOCÊ VAI TRABALHAR?..."
"...PORTANTO É BOM CUMPRIR A ESCALA QUE "EU"DEFINI..."
"...A ESCALA ESTÁ ALÍ.CUMPRA-SE..."

Neves disse...

Não deixa de surpreender essa notícia no site do Políbio. Achei que a direita se defendesse a qualquer custo. Curioso. Agora, sobre a RBS, sempre foi uma ridicularia. Um veículo de comunicação sem sal. Lamentavelmente, trabalhando em regime de monopólio, especialmente no interior.