Juros básicos podem voltar a subir esta semana

A segunda reunião do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil)  do ano acontecerá nos dias 25 e 26 de fevereiro.

. Nesta manhã de segunda-feira, em comunicado ao editor, o professor de economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie Pedro Raffy Vartanian disse que “espera-se um aumento de 0,25 p. p. na Selic na próxima reunião decorrente do comportamento atual da inflação e da resistência de alguns preços da economia, além do impacto de reajustes dos preços administrados no decorrer de 2014.” 

. O professor não desconsidera a possibilidade de um aumento ainda maior, de 0,5 p.p., mas ressalta que, como a política monetária tem efeitos defasados, “o ciclo de alta que teve início no ano passado ainda não impactou de forma integral os preços da economia”. Para o economista, “é mais provável que o Banco Central do Brasil reduza a intensidade do ciclo de alta que deverá ser interrompido até meados do ano, com a Selic fechando 2014 em torno de 11%”, completa. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Para se livrar de uma pedra no sapato é necessário tirá-la dali, mas pelo método petista se troca a camisa e tudo continua como antes!

CARLOS SGARBI disse...

Eu ja estou sentindo saudades do tempo em que o FHC e sua turminha de ÇABIOS, administravam o Brasil. Isto se asministrar e o mesmo que FALIR o pais, ne? Naquela epoca, vc lembra ne editor, a SELIC ERA DE APENAS 45% ano... Eta tempo bom, hein!

Anônimo disse...

Sgarbi tem fixação no FHC já que seu antigo partido, hoje uma quadrilha muito organizada e poderosa, tem mais ligações é com o PCC e com a Papuda.

Anônimo disse...

Sgarbi tem fixação no FHC já que seu antigo partido, hoje uma quadrilha muito organizada e poderosa, tem mais ligações é com o PCC e com a Papuda.