Infraero emite ordem de serviço de R$ 181,2 milhões para ampliar Salgado Filho

A Infraero emitiu nesta sexta-feira a ordem de serviço para ampliar o Aeroporto Internacional de Porto Alegre/Salgado Filho. A construtora Espaço Aberto vai executar os trabalhos. O prazo de execução para as duas etapas é de 840 dias. Ao todo, serão investidos R$ 181,19 milhões. As obras serão divididas: a primeira, com conclusão até maio de 2014, vai ampliar em 20 mil m² o terminal de passageiros 1. Fazem parte desses trabalhos a ampliação das salas de embarque e desembarque doméstico, que passarão de 2,8 mil m² para 6,2 mil m² e as pontes de embarque, que passarão de 10 para 12. Os equipamentos também vão aumentar de número. Escadas rolantes passarão de sete para 13, os elevadores de nove para 15, os balcões de check-in de 52 para 70 e os canais de inspeção de sete para 11.

. Mesmo operando dentro de sua capacidade – o aeroporto recebeu 8,2 milhões de passageiros em 2012, numa estrutura para 13,1 milhões - a primeira etapa deixará o Salgado Filho apto a receber 18,9 milhões de embarques e desembarques. “Atualmente o aeroporto já tem capacidade para receber a demanda estimada para 2014, que é de 11,7 milhões de passageiros por ano. Dessa forma, os usuários do aeroporto praticamente não perceberão interferências das obras no funcionamento do terminal”, afirmou o superintendente da Regional Sul da Infraero, Carlos Alberto Silva Souza.

. A segunda e última etapa, que deverá ser concluída pela construtora em 2016, vai deixar as salas de embarque com 14 mil m², além de 14 pontes de embarque; 99 balcões de check-in, 19 escadas rolantes, 24 elevadores e 17 canais de inspeção, além de outras instalações.

Expansão da área de desembarque
Outra obra em andamento no Aeroporto Salgado Filho é a ampliação do desembarque. As obras foram iniciadas em maio deste ano e estão recebendo R$ 1,4 milhão em investimentos. O espaço dará mais 400 m² à área de desembarque, que contará com mais uma esteira e dois sanitários. A obra deve ser concluída até o final de outubro de 2013.

5 comentários:

Anônimo disse...

O Rio Grande do Sul merece um Aeroporto a altura do Estado.Em Junho visitei Gramado e não gostei do Aeroporto Salgado Filho.Não oferece nenhuma comodidade.

elias disse...

E qualquer neblina fecha tudo porque não tem equipamentos! Me engana que eu gosto!Só obras superfaturadas, no minimo, como sempre!

Anônimo disse...

As eleições estão chegando e agora começam a desovar os contratos de obras que já estão 8 anos atrasados. E o pior que ainda tem gente para bater palmas.

Marcelo disse...

O Rio Grande precisa é de Aeroportos Regionais Modernos. Chega de ir até Porto Alegre para pegar um vôo. Temos é que decentralizar e descongestionar as coisas de Porto Alegre e investir em aeroportos no interior.

Garivaldino Ferraz disse...

Mas não li nada sobre previsão de aquisição de equipamentos modernos que permitam a operação sob mau tempo (particularmente a neblina). Só isso já amenizaria em muito o acúmulo de passageiros ocasionado por atrasos, na área do Aeroporto.