Sai linchamento gay de Serra, Haddad e Mercadante. Todos recebem Troféu Pau de Sebo.

* Clipping www.veja.com.br, by Reinaldo Azevedo.

Ontem, li nos sites dos grandes portais que o Grupo Gay da Bahia, chefiado por Luiz Mott, resolveu conferir o troféu, atenção para o nome!, “Pau de Sebo” para o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, para o ex-governador José Serra e para o ministro da Educação Aloizio Mercadante. Eles foram considerados “inimigos dos homossexuais” porque teriam se oposto ao chamado kit gay nas escolas. É uma vigarice intelectual, uma trapaça, uma safadeza — ou os gays estariam imunes a esses males? Nenhum dos três, é evidente, é “inimigo dos homossexuais”. Haddad e Mercadante podem ter muitos defeitos — este, que se saiba, não! Incluir Serra na lista, então, evidencia mais uma vez o rigor intelectual com que opera o tal Mott, professor de antropologia da Universidade Federal da Bahia. Em outras circunstâncias, ele já teve a chance de demonstrar que, como intelectual, é um excelente candidato a animador de auditório… É uma vergonha!

Haddad, longe de ser “inimigo dos homossexuais”, poder ser considerado até mais do que um “amigo”: é um verdadeiro “gayzista”. Foi na sua gestão que se criaram os famigerados kits gays para ser distribuídos nas escolas — a crianças do Ensino Fundamental também. Entre as pérolas que lá estavam, vocês devem se lembrar, havia um filminho que declarava a superioridade da bissexualidade sobre a heterossexualidade porque a pessoa aumentaria em 50% a chance de ter com quem sair no fim de semana.

(...)

O troféu conferido a Serra evidencia a cegueira dessa militância. O ex-ministro da Saúde merecia ser considerado, isto sim, quase um herói — não exatamente da causa gay, mas, se me permitem, de uma causa humanista de especial interesse para os gays. Quando o mundo praticamente não olhava para o problema, ele foi à luta, enfrentou resistências internas, a indústria farmacêutica, uma série de preconceitos e quebrou a patente de remédios que compõem o chamado “coquetel anti-AIDS”. Estruturou aquele que foi considerado pela ONU o maior e mais eficaz programa de prevenção e combate à doença. Milhares de gays — e também de héteros e de hemofílicos — se salvaram em razão desse programa, que, de outro modo, não teria essa extensão. Quando governador de São Paulo, Serra criou o Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais, um grupo que tem particularidade e que requer tratamento específico.
Por que ele seria, então, “inimigo dos homossexuais”? Ah, porque ele se opôs ao kit gay!  Aí se evidencia a essência totalitária disso que chamo “sindicalismo gay”.

(...)

- É evidente que essa é a versão, digamos, “de família”. Não é preciso ser muito sagaz para desconfiar que, para a plateia de Mott, a graça do “pau” e do “sebo” do título está na ambiguidade… Asqueroso! Reitero: se Serra jamais tivesse movido uma palha em favor da quebra de patentes e da distribuição do coquetel; se jamais tivesse criado qualquer centro de referência de tratamento de homossexuais, se jamais tivesse salvado uma vida, mas se dissesse favorável ao kit, então ele ganharia um “Triângulo Rosa”, que é o troféu que o grupo confere aos “amigos dos gays”.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo.

5 comentários:

Anônimo disse...

OE PEDERASTAS SÃO O GRUPO SOCIAL MAIS INTOLERANTE DA PÓS-MODERNIDADE.

Anônimo disse...

O pessoal da esquerda adora pinto mesmo.

Afinal de contas, são sempre partidos de esquerda que dão guarida e suporte para esbirros e uivos de pederastas e lésbicas, logo, os agraciados com o referido troféu vão até gostar e agradecer a comanda.

Anônimo disse...

Foi com esse bando de viados que a AIDS se proliferou, hoje até mulher linda é perigoso da gente pegar, essa bicharada desvairada na decada de 80 contaminaram o mundo com essa epidemia e ninguem joga na cara deles, vejam a que ponto ficou a coisa, dia do orgulho gay, desde quando ser viado é orgulho, na minha familia isso seria uma maldição e podem me processar que confirmo tudo na frente do juiz. Homem hetero não volta atrás na palavra, escrita e atitudes.

Eduardo Menezes

Anônimo disse...

Quanto mais alarde se fizer sobre este desrespeitoso troféu, mais visibilidade se dará a esta escória.
Qual a contribuição deste tal movimento (sei lá como chama) além de contribuir para um Brasil cada vez mais indecoroso em todos os aspectos?
Que o tal pau de sebo fique restrito ao reduto que o pariu.

Anônimo disse...

Ir contra a natureza é deficiencia mental. Por isso, devemos ter tolerancia com estes doentes.

Assim como o drogrado que rouba para manter o vicio, este tipo de gente quer se mostrar na midia para outro que gosta, aquele que se diz hetero mas viciado em pederastas.
Eles sabem que também tem essa classe de homens espitirualmente doentes.