Fotos de Giovani Grizotti foram publicadas por quadrilha desmantelada em dezembro pela PF

O repórter Giovani Grizotti (Globo e RBS) mandou dizer ao editor que as fotos divulgadas pelo prefeito de Bagé, Divaldo Lara, e replicadas por este blog, foram publicizadas pela quadrilha de contrabandistas de grãos que foram presos no dia 5 de dezembro do ano passado e que queriam assassiná-lo. Desde então, as fotos do jornalista estão interditadas, o que levou o editor a suprimi-las para segurança do repórter.

A PF interceptou mensagens trocadas pelos dois investigados que revelam o plano.  Na conversa, um dos suspeitos afirma que as reportagens do jornalista "forçam a polícia a ir atrás", ou seja, a investigar os crimes. O outro, então, sugere mandar matar o repórter. Ele recebe como resposta que o suposto assassinato melhoraria o esquema.

— Não é denúncia. É aquele Grizotti, investigador da Rede Globo. Fica procurando "sarna pra se coçar" e daí ele pega vai e faz essas investigações e larga em rede nacional. Daí, ele força a polícia a ir atrás disso aí, né?

A quadrilha movimentou R$ 3,5 bilhões ao longo de 5 anos.



4 comentários:

Anônimo disse...

Tarde demais, Políbio. A foto já roda, e todo mundo já está sabendo. E é bom saber. Mas Grizotti se precipitou, poderia ter dado um drible e dizer que a foto não era dele. Como pediu para retirá-la, acabou confirmando que é ele mesmo. Agora, a bandidagem toda sabe quem é. Perdeu...

aparecido disse...

E porque o prefeito de Bagé quer pegá-lo também ??? ... ai tem......

Anônimo disse...

Esta quadrilha tem algo a ver com São Borja?

Anônimo disse...

Qual e a dificuldade do Prefeito de Bage?