Resistência civil à ditadura bolivariana da Nicarágua terá dois painéis em Porto Alegre, dias 30 e 31

De 30 de agosto a 1º de setembro, acontecerá em Porto Alegre o painel  "Lutas sociais e violência de Estado na Nicarágua".  

A crise naquele País, tem tido repercussões internacionais, através das denúncias de organismos internacionais de direitos humanos como a CIDH e a Anistia Internacional. A Organização dos Estados Americano – OEA, recentemente, estabeleceu uma comissão se seguimento à situação nicaraguense. Representantes da Articulação de Movimentos Sociais e Organizações de Sociedade Civil da Nicarágua: Ariana McGuire (representante dos estudantes universitários); Yader Parajón (representante das Madres de Abril) e Carolina Hernández (defensora de direitos humanos e representante do movimento anti-mineração). A caravana da comissão percorreu o Chile, Argentina e Uruguai e, após passar por Porto Alegre, seguirá para o Rio de Janeiro e São Paulo.

CLIQUE AQUI para saber da programação em Porto Alegre.
CLIQUE AQUI para ler artigo de Bernardo Cerdeira sobre a situação da Nicarágua.
   

3 comentários:

Anônimo disse...

Nenhum notícia do João Doria que teve candidatura impugnada em SP e sobre o PSDB de Ivoti. Pq será?

Anônimo disse...

João Doria não teve sua candidatura impugnada, a juíza quer isso, mais parece um caso que alguém deseja 5 minutos de fama.

Anônimo disse...

Um caso sério, uma população sendo esmagada por Ortega, deveria chamar Maria do Rosário, a defensora dos Direitos Humano, depende do lado que apoia, nem sempre humanos.