Opinião do editor - Batalha contra as fake news é por verbas de publicidade

A mídia tradicional puxada por jornalões como Estadão, Folha, O Globo e Zero Hora, ataca as fake news porque quer atingir por tabela o Google.

A campanha é política da mídia tradicional global - jornais, revistas, TVs e rádios.

No Brasil, o Google já vampirizou 62% de todas as verbas publicitárias de internet.

É isto.

8 comentários:

Anônimo disse...

Finalmente sacou Polibio. infelizmente é isso mesmo, ou felizmente depende do ponto de vista.
Mas como aqui no Brasil Fake viraliza mais que a verdade estamos ferrados, pois o povinmho vai na onda e como não sabe votar voi repetir tudo de novo...Collor...Dilma etc etc

Anônimo disse...

POLIBIO! CONTA MUITO TAMBÉM O FATO DE QUE OS JORNAIS, PRATICAMENTE QUEBRADOS, NÃO RESISTEM APENAS COM A VERBA DO GOVERNO! ACOSTUMADOS COM ELA, (E ESTANDO REDUZIDA) PRECISAM DE MAIS. QUEM ESTÁ PAGANDO É SOROS, QUE EXIGE EM TROCA UMA AGENDA DE NOTÍCIAS TOTALMENTE GLOBALISTA GRAMSCISTA. TAMBÉM, POR OUTRO LADO, A AMEAÇA DE CENSURA QUE JÁ VEM OCORRENDO POR PARTE DO FACEBOOK TEM A VER COM O GLOBALISMO MUNDIAL, VIA DOBRADINHA ENTRE SOROS E ZUCKERBERG, MAIS ONU, PAPA, ONGS DIVERSAS, ETC.

Anônimo disse...

Acabou o patrocinio de ZH editor???

Anônimo disse...

E a luta dos jornalões, tradicionais, não é "contra" as fake news, mas sim para manter seu monopólio.

Anônimo disse...

O blog se calou..cadê a bombástica delação de Palocci?

Anônimo disse...

Prezado Políbio,

Também é sabido que o "discurso de ódio" que a mídia esquerdosa e globalista tentou colar nos adversários não funcionou.

Está na cara que agora estão usando o termo para calar as vozes da direita que encontraram na internet a ferramenta para combater justamente as Fake News da mídia tradicional e do establishment.

Anônimo disse...

--Cabe a nós (povo das redes sociais) resistir...

Anônimo disse...


Temos que lutar contra as fake news!

Por exemplo, quando houver um roubo ou furto, sem, portanto, resultado morte, devemos nos esforçar ao máximo para não titular a matéria com "LADRÃO ASSASSINO".

Vamos todos, juntos contra as fake news!

E contra os ladrões (assassinos ou não).

Sem mais.