Temer tem maioria na Câmara para barrar denúncia de Janot

Caso seja denunciado pela PGR ainda este mês, como se espera, mesmo sem conclusão do inquérito da PF, o presidente Michel Temer dificilmente será processado pelo STF.

É que 2/3 da Câmara terão que aprovar o pedido.

No meio político, é dado como certo que a Procuradoria-Geral da República irá apresentar denúncia ainda em junho contra o presidente, que já fez contas e estima ter os 172 votos mínimos necessários na Câmara para barrar a acusação, dentre os 513 deputados.