PT e PMDB acertam convocação de Perillo. Se Cabral também for chamado, PMDB romperá com PT.

Diante do mal-estar e de ameaças do PMDB, os petistas concordaram em manter a blindagem ao governador do Rio, Sérgio Cabral. Por ora, a estratégia é tentar poupar o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), mas setores do PT já admitem deixá-lo à própria sorte se a oposição ameaçar paralisar a CPI.

A alegação para poupar os governadores de partidos da base aliada é de que eles não aparecem envolvidos diretamente com o esquema ilegal do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.
Mas os aliados já foram avisados de que essa ação cirúrgica para atingir apenas o tucano pode paralisar a CPI e forçar uma operação toma-lá-dá-cá, com o sacrifício do petista.

Para preservar Cabral, o PMDB ameaçou: se o governador fluminense for convocado, o PT ficará isolado na CPI. O “troco”, segundo um peemedebista, virá na aprovação de requerimentos com “alto teor de periculosidade para o governo”, como a convocação de Luiz Antonio Pagot, ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit), e a quebra dos sigilos de todos os contratos da Delta com o governos federal e estaduais.

O argumento dos aliados para restringir a convocação ao governador tucano é que Perillo está envolvido “até a alma” no esquema de Cachoeira. A situação do governador ficou ainda mais complicada depois do depoimento do ex-vereador de Goiânia Wladimir Garcez, que apresentou versão diferente da de Perillo para venda da casa do governador, onde Cachoeira foi preso.

3 comentários:

Anônimo disse...

ASCO! Ainda tem gente que se indigna e vem nos chamar aqui de comentaristas reacionários.

POIS LHES DIGO, REACIONÁRIOS SÃO VOCES que estão se comportando aos moldes anteriores a 1964.

QUEREM A BAGUNÇA para tomar o PODER, SEUS CASTRISTAS.

Anônimo disse...

ASCO! Ainda tem gente que se indigna e vem nos chamar aqui de comentaristas reacionários.

POIS LHES DIGO, REACIONÁRIOS SÃO VOCES que estão se comportando aos moldes anteriores a 1964.

QUEREM A BAGUNÇA para tomar o PODER, SEUS CASTRISTAS.

Anônimo disse...

A maioria do Congresso é da base aliada, assim como na CPMI, logo vão convocar os "mais suspeitos" como é o caso do Governador de Goias do PSDB e quebrar o sigilo apenas da DELTA centro-oeste. Sabe como é manda quem pode e obedece quem precisa. E olha que o Procurador Geral puxa para a oposição pois se tivesse feito a denuncia da envistigação já em 2009 o Senador DEMOstes Torres e o Governador de Goias, do PSDB Marcondes Pirilo não teria sido eleitos e se eleitos, já teriam sido cassados.

No regime militar éra poir, não tinha CPI e se tinha era contra a oposição. Já no Governo FHC, além da maioria no Congresso e nas CPI o FHC tinha o "engavetdor geral da República", segundo o Senador Simon, que não oferecia denuncia de nadica de nada contra o "pessoal" do governo.

Lá e cá a Velha Midia sempre puxou para a brasa para o lado dessa gente.