Opinião do editor - A Assembleia do RS não é um clube privado de parlamentares e precisa votar

O povo precisa decidir se quer continuar pagando a conta de estatais que só servem ao corporativismo, aos apetites políticos e à ineficiência. 

A Assembleia do RS, que esta semana seguiu os passos dos caminhoneiros e resultou paralisada para não votar nada, terá na semana que vem a oportunidade de demonstrar que não é um clube privado de parlamentares.

Os deputados temem enfrentar a onça e votar de uma vez a antecipação do plebiscito para a privatização de estatais deficitárias, em desuso ou fora do eixo.

Com a derrota do locaute por tempo indefinido e da greve oportunista dos petroleiros, cabe ao governador Sartori por ordem no campinho e exigir que a Assembleia vote.