Ministro Fernando Pimentel volta à Comissão de Ética da Presidência.

* Clipping O Globo, Luiza Lamé.

Desfalcada, a Comissão de Ética da Presidência da República vai se reunir segunda-feira para retomar a análise do processo contra o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, que faturou R$ 2 milhões com consultoria entre 2009 e 2010. 

Na reunião, a comissão deve avaliar as novas representações do PPS e do PSDB quanto à denúncia de que Pimentel usou avião fretado pelo empresário João Dória Júnior em 2011. A comissão já não terá o conselheiro Padre Ernanne, cujo mandato se encerrou na última terça-feira.

Até julho, a comissão sofrerá mudanças na sua composição. Neste mês se encerra o mandato de Roberto Caldas, eleito para a Corte Interamericana de Direitos Humanos. Tanto Caldas como Padre Ernanne já tiveram o mandato renovado e não podem mais ser reconduzidos.

No dia 13 de julho, acabam os mandatos de Humberto Gomes de Barros, Marília Muricy e Fabio Coutinho. Os três podem ser reconduzidos, mas Gomes de Barros, afastado por motivo de saúde, não ficará na comissão. 

3 comentários:

Anônimo disse...

Que Ministro do Desenvolvimento merda nenhuma, não consegue se impor nas negociacoes com Argentina.
Apanhamos nas relacoes comerciais, no Futebol.
é um fraco, incompetente tem que ser substituido.

Anônimo disse...

Ahahahahahhahahahahhahah!!!!!!!!!

Nada como um dia depois do outro.

Até pouco tempo atrás, os gaúchos "politizados" da mídia mais pelego do Brasil costumavam exaltar solenemente: a maior riqueza que as esquerdas possuem é seu "patrimônio ético!"

Ahahahahhahahahahhahahah!!!!!!!!!!

É a velha ética esquerdalha...
Falta incluir o LULADRÃO, o Zé Dirceu e o Delúbio Soares nessa comissão de ética.

Anônimo disse...

Essa Comissão de ética deve condenar Pimentel sem direito a defesa. É assim que tem que agir com os Ptistas.

Nada de julgamento. condenação direta na Comissão de Ética e Condenação direta no STF.