Começa nova missão inútil à Argentina

Como Tarso, que foi duas vezes a Cuba para absolutamente nada de proveitoso para o RS, Sartori viaja para Mendoza e Missiones, quando seria mais útil tratando da segurança pública, que deixou de existir no RS.

Será também pura perfumaria a reunião de governadores Brasil Sul e Argentina, marcada para o dia 31 de março, em Porto Alegre. Novamente, o objetivo do encontro será azeitar os laços e quebrar diferentes barreiras para fomentar a economia entre a região Sul e o país vizinho, o que não tem a menor importância. 

Nesta manhã, começou a segunda missão oficial gaúcha inútil do governo Sartori à Argentina. Liderada pelo governador, a comitiva formada por secretários de Estado, deputados estaduais, dirigentes de federações e entidades, empresários vai percorrer as províncias de Mendoza e Missiones nesta segunda e terça-feira.

A intenção declarada do Palácio Piratini é assinar inúteis acordos bilaterais de cooperação com os governadores das duas províncias para as áreas da cultura, turismo, meio ambiente, agronegócio, e especialmente, no caso de Mendoza, da vitivinicultura.

A primeira missão do governo Sartori à Argentina, em agosto de 2016 e não resultou em nada.