Examine estas tabelas e gráficos elaborados pelo ministro Meirelles sobre a Reforma da Previdência

Os gráficos e tabelas são auto-explicativos.


Vão no link a seguir todas as tabelas e gráfico da palestra que o ministro Henrique Meirelles fez para os deputados do PMDB ontem a tarde.

O arquivo foi organizado pelo editor.

A fala do ministro foi sobre a reforma da previdência.

Vale a pena examinar com atenção as tabelas e gráficos, porque melhoram a compreensão sobre o assunto.

CLIQUE AQUI pra ver tudo.

14 comentários:

alex silva disse...

Só um abobado pra crer nessa reforma. Fora Temer.....Fora Sartori.

Anônimo disse...

Pelo gráfico mostrado pelo Meirelles o aposentado terá que pagar também pela rúbrica "auxílio desemprego", "abono salarial(pis)". Esta parte é que dá o prejuízo. Um empregado que contribuiu por 35 anos para o INSS acomulou um capital de 400 Salários, considerando os 8% da sua parte e os 20% da empresa, logo o pecúlio dele está formado e não pode pagar pelos que não contribuiram.

Anônimo disse...

Pergunto: porque a Previdência chegou nesse estágio? Incompetência política dos nossos gestores? Até agora só se preocuparam em se locupletarem e lotear cargos para políticos incompetentes. Porquê não contrataram pessoas habilitadas para gerir à Previdência ao invés de entregar coisas dessa magnitude para políticos incompetentes? Agora quem terá que pagar essa conta novamente será o povão desempregado.

Anônimo disse...

Esse debate já é perdido por parte do governo, alías, qualquer governo que resolva fazer uma reforma onde interfere na expectativa de direito(privilégio) de alguns e onde uma maioria que paga a conta já nasce derrotada. A reforma deve ser feita, mas não da maneira como estão conduzindo, depois não reclamem se em 2018 o povo votar em um populista que prometa voltar atrás.

Anônimo disse...

Não tem aí, nos gráficos, a tabela com os valores corrigidos com a devolução dos montante desviado e os respectivos frutos civis.
Outro ponto, se a previdência rural cria o déficite, então o agronegócio tem que começar a contribuir, ou os agricultores só têm direitos a receber (juro subsidiado, securitização de eventuais quebras, etc)?

Anônimo disse...

Anonimo 14:22 sugere contribuição do agronegócio, só pode estar de brincadeira né. Se não fosse esse setor o país já tinha quebrado, vai ser agricultor para ver a vida que levam, tem é que ser alterado o privilégio de muitos e com certeza não passa pelos grandes agricultores do país.

Anônimo disse...

A Previdência Rural tem um déficit imenso. Mas a dos militares também. Pergunto a vocês se é possível ter mais coronéis aposentados que na ativa? que seja possível um militar se aposentar aos 44 anos com um salário de um posto acima sobre o qual nunca contribuiu?

Anônimo disse...

Caro Editor, li e reli os gráficos que ilustraram a fala do Ministro. Há necessidade de Reforma na Previdência, é claro , mas não da maneira como querem fazê-la , com pressa. Há necessidade de um amplo DEBATE , principalmente com os trabalhadores-contribuintes, através de suas Entidades de classe , na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional diz que há dívidas de empresas com a Previdência da ordem de R$426 BILHÕES . O principal ator da Reforma, o Secretário da Previdência , Marcelo Caetano, faz parte do Conselho da BRASILPREV , poderoso grupo de Previdência privada , do Banco do Brasil, demonstrando claro conflito de interesses.Ao invés de fazer essa Reforma em DOIS meses, como o Governo quer, a façam em SETE ou OITO meses, para que não pairem dúvidas no ar quanto à lisura do empreendimento. Por outro lado, se essa Reforma da Previdência não for feita com completa TRANSPARENCIA , será a principal e a mais VIGOROSA bandeira dos partidos populistas , nas próximas eleições presidenciais de 2018 .!!!

Anônimo disse...

Não se trata de que as pessoas estão vivendo mais, muito pelo contrário, as pessoas de melhor posse, estão indo embora do Brasil juntamente com os jovens. Os primeiros buscam a paz para viver em um país que respeita seu povo e os segundos, buscam oportunidade de trabalho que o governo brasileiro não os fornece. Essa é a dura realidade que se encontra o país. Simples

Anônimo disse...

Concordo que alterar a previdência é uma necessidade.
Mas justificar os gastos do gráfico como causa sem incluir os juros que o governo paga é piada. Piada sem graça.

Mordaz disse...

A farra é tanta que até pensão para gay inventaram. E agora vai ter casamento.

Anônimo disse...

O gráfico é bem claro. A previdência é superavitária, o que não é são os "assistencialismos", e isso não é previdência.

Anônimo disse...

Bom, se é para ver gráficos temos este aqui, O QUE NÃO TE CONTARAM SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA: https://trendr.com.br/o-que-n%C3%A3o-te-contaram-sobre-a-reforma-da-previd%C3%AAncia-18ba4d34c23a#.ljvvbk7aw

Anônimo disse...



Nenhuma linha sobre as isenções fiscais.

Nada sobre as empresas que deve bilhões a previdência.

Fala sério, seu Meireles, só o trabalhador pagar a conta não dá.