Salários dos servidores do Executivo do RS atrasarão novamente em maio

O governo Sartori vai novamente  atrasar os salários dos servidores do Executivo. Hoje a secretaria da Fazenda definirá qual o primeiro valor, que será depositado antes do dia 31.

Sartori aposta quase todas as fichas no RRF, o Programa de Recuperação Fiscal e nos ajustes fiscais que ainda dependem da aprovação dos projetos que não entram na ordem do dia na Assembléia porque não existe garantia de maioria.

Com o RFF, os projetos de ajustes e as ações de redução de gastos em execução desde o início do atual governo, as contas públicas poderão resultar razoavelmente equilibradas no decorrer do segundo semestre, garantindo salários em dia.

No ano que vem, quando o novo orçamento estadual estiver em plena execução, poderão ser retomados investimentos e melhoradas as qualidades dos serviços de educação, saúde e educação.

É a aposta da base aliada para garantir a reeleição de Sartori.

7 comentários:

Anônimo disse...

A é polibio. Que baita novidade.

Anônimo disse...

Sartori será reeleito, enquanto não houver um caminho solidificado para outros candidatos mais jovens assumirem, Sartori que é o mais preparado, volta a assumir para terminar o que começou, está escrito na Estrelas!

Anônimo disse...

Investimentos em saúde, educação e segurança? Como? Se com o Plano de Recuperação Fiscal os concursos públicos, os reajustes, as promoções, etc. ficarão congelados por três anos (prorrogáveis por mais três). Não existe melhora do serviço público sem investimento nos profissionais da área (isso serve tanto para o setor público quanto para o privado).
Na verdade, com a aprovação do plano, os investimebtos nestes setores tende a diminuir e o serviço piorar (especialmente na segurança pública e na educação)

Unknown disse...

E os nobres da corte dos dois poderes vão continuar a receber em dia!!!
Ser desigual perante a lei é título de nobreza no decadente RS(rabeira da rabeira)!!!

Anônimo disse...

Sou contra a ORCRIM, mas acho que quem tem que ser o próximo governador deve ser o tarso genro ou O Exterminador do futuro olívio o garanhão da Bossoróca. Esses dois são competentes administradores e honestos, é tudo que se espera de um governador. O tarso e o olívio, nunca atrasaram salários e deram aumentos para os funcionários, melhor ainda, o CPERGS-sindicato pelego chamais faz greves nos governos deles. As crianças gaúchas vão bater palmas.

Anônimo disse...


VOTO IMPRESSO JÁ.

AS URNAS ELETRÔNICAS SÃO ARMADILHAS,

ARMAS DOS BOLIVARIANOS PARA ROUBAR

VOTOS PARA A ESQUERDA.

O PETRALHA DIAS TÓFFOLI, DA ORCRIM

DO PT FRAUDOU AS ELEIÇÕES

PRESIDENCIAIS DE 2014, porque as

URNAS ELETRÔNICAS SÃO VENEZUELANAS,

CONTROLADAS PELA SMARTMATIC, E O

PETRALHA FOI DESIGNADO

TEMPORARIAMENTE PRESIDENTE DO STE

HÁ APENAS 3 MESES ANTES DAS

ELEIÇÕES, PARA JUSTAMENTE FRAUDAR E

DAR VITÓRIA AO PT.

TUDO ISSO COM O CONSENTIMENTO DE

GILMAR MENDES DA ORCRIM.

E NELSON JOBIM, TAMBÉM DA ORCRIM,

COMO A GLOBO E RBS, FOI O ADVOGADO

DA SMARTMATIC, OPERADORA DAS FRAUDES

NAS URNAS ELETRÔNICAS - ARMAS DO PT.

DILMA ROUSSEF NÃO TEVE MAIS VOTOS,

EM 2014, MAS ROUBOU MAIS VOTOS COM

AS ARMAS BOLIVARIANAS CHAMADAS DE

"URNAS ELETRÔNICAS".

VOTO IMPRESSO JÁ EM 2018

OU

ABSTENÇÃO DOS ELEITORES.

NÃO CONFIAMOS NO STE E NO STF.

Anônimo disse...


VOTO IMPRESSO JÁ.

AS URNAS ELETRÔNICAS SÃO ARMADILHAS,

ARMAS DOS BOLIVARIANOS PARA ROUBAR

VOTOS PARA A ESQUERDA.

O PETRALHA DIAS TÓFFOLI, DA ORCRIM

DO PT FRAUDOU AS ELEIÇÕES

PRESIDENCIAIS DE 2014, porque as

URNAS ELETRÔNICAS SÃO VENEZUELANAS,

CONTROLADAS PELA SMARTMATIC, E O

PETRALHA FOI DESIGNADO

TEMPORARIAMENTE PRESIDENTE DO STE

HÁ APENAS 3 MESES ANTES DAS

ELEIÇÕES, PARA JUSTAMENTE FRAUDAR E

DAR VITÓRIA AO PT.

TUDO ISSO COM O CONSENTIMENTO DE

GILMAR MENDES DA ORCRIM.

E NELSON JOBIM, TAMBÉM DA ORCRIM,

COMO A GLOBO E RBS, FOI O ADVOGADO

DA SMARTMATIC, OPERADORA DAS FRAUDES

NAS URNAS ELETRÔNICAS - ARMAS DO PT.

DILMA ROUSSEF NÃO TEVE MAIS VOTOS,

EM 2014, MAS ROUBOU MAIS VOTOS COM

AS ARMAS BOLIVARIANAS CHAMADAS DE

"URNAS ELETRÔNICAS".

VOTO IMPRESSO JÁ EM 2018

OU

ABSTENÇÃO DOS ELEITORES.

NÃO CONFIAMOS NO STE E NO STF.