quarta-feira, 29 de março de 2017

Pensão para família de militar é até nove vezes maior que a do INSS

O guarda-chuva é muito maior.

A pensão por morte paga às famílias de militares chega a ser nove vezes maior do que o benefício dos dependentes de trabalhadores da iniciativa privada, é o que rewvela o jornal Valor nesta reportagem especial.

Leia tudo:

Enquanto em 2016, a média do benefício mensal do militar chegou a R$ 9,168 mil a dos que recebem o benefício do INSS foi de R$ 1,068 mil, sendo que R$ 1.195,25 na área urbana e R$ 786,11 na rural. No caso dos servidores civis, o valor médio pago foi de R$ 6,3 mil. O levantamento foi feito pelo Valor PRO, com base no Relatório Resumido de Execução Financeira e o Boletim de Informações de Previdência Social.

Apesar da elevada diferença entre as pensões pagas na comparação, principalmente, com o que é pago os beneficiários de trabalhadores da iniciativa privada, as Forças Armadas estão fora da Reforma da Previdência Social.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

20 comentários:

Mordaz disse...

Evidente que seria assim. O governo abre mão dos salários maiores da iniciativa privada. Cobra a contribuição no máximo até o teto. Outro fator de disparidade são as funções exercidas pela iniciativa privada e pelo setor público. Mão de obra desqualificada não tem sentido na função pública. Que é a grande maioria da iniciativa privada.

sempre mais disse...

As pensões pagas a vúvas e filhos de governadores, sendores, deputados,ministros.....nada prejudica.....as pensões de viúvas de presidentes tbm não! Afinal estamos no Brasil, país de povo que só pensa em levar vantagem. Ah!....esqueci da merda da bolsa família onde os beneficiários usam pra comprar cigarros e bebidas.

sempre mais disse...

Essas pensões devem ser comparadas com as pensões deixadas por esses que destruíram o país. Seria muito justo ver estas comparações. Político não é carreira, eles apenas estão políticos.

sempre mais disse...

Tem um senhor muito amado pelo povo que disse estar recebendo pensão de R$20.000,00 a R$30.000,00 por mes, ele não sabe ao certo a quantia. Obs: a falecida dele não trabalhava!!!!!!

Unknown disse...

Todos são iguais perante a lei???
Aonde???

Anônimo disse...

Precisamos fazer a coisa com igualdade, mas o governo é uma tartaruga com cãimbras, parece que até o pente fino em cima daquele povo que recebe o auxilio doença da era petista há anos sem passar em pericia médica EMPACOU,todo mundo quietinho e nós contribuintes pagando essa canalhice.

Anônimo disse...

O homem mais honesto do país, não soube dizer qto ganha. Disse que ganha 6 mil, talvez 20 mil, 30 mil, que poderá chegar a 50 mil. Pergunto onde está a receita federal que não tomou uma atitude contra esse senhor honesto e ético...??? Qq um de nós que errar centavos na declaração de renda, é pego na malha fina.

Qto a aposentadoria dos militares, é até piada, comparar um salário mínimo, com a aposentadoria de um militar. Qdo fiz concurso para escola militar, tivessem me dito, que ao final de 30 anos de serviço, eu receberia um salário mínimo, eu faria concurso então prá prefeitura da minha cidade que paga mais do que um salário.

O bom é em cuba, em que um médico, um engenheiro, tem salário de 40 dólares, todo o mundo recebe um salário igual.

Anônimo disse...

É LOGICO, OS MILITARES ESTUDARAM, FIZERAM CONCURSO E CONTINUAM A VIDA TODA FAZENDO CURSOS,FAZENDO VIAGENS, ALEM DE FICAREM ACAMPADOS DIAS NO MATO, AS FAMILIAS SAO SACRIFICADAS FICAM LONGE. NAO É FACIL SER MILITAR,EU SEI PORQUE SOU CASADA COM MILIAR , ELES TIRAM SERVIÇO , FICAM O DIA A NOITE AMANHECE E EMENDAM O SERVIÇO SENDO ASSIM FICAM NOS QUARTEIS 2 DIAS E UMA NOITE DIRETO E NAO GANHAM 1 REAL A MAIS, NAO TEM HORA EXTRA, ENTAO ESTES Q FALAM M. DEVERIAM SE INFORMAR ANTES , OS MILITARES NAO TEM FGTS , NAO TEM HORA EXTRA....

Anônimo disse...

Igualem-se as pensões, sim. Mas em caso de guerra, ou quando houver convocação para forças de paz, ou quando o Exército for chamado em auxílio das polícias, então que o editor e o dono do Jornal O Valor peguem e armas e dirijam-se à linha de frente.

Anônimo disse...

Há anos que às vésperas do 31/Mar vêm à tona a patrulha antimilitar. O militar desde seu engajamento até sua morte contribui para a Pensão Militar. Há estudos recentes da FGV sobre o tema e convém que sejam difundidos a bem da verdade! A fatura pela contrarevolução de 64 precisa ser quitada, definitivamente!!!

Anônimo disse...

Acho que o funcionário público realmente deve receber um salário diferenciado, afinal de contas estudou, prestou um concurso para ocupar uma vaga que estava disponível a todos,(não presta concurso quem não quer ou não tem capacidade pra tal). No caso dos militares eles contribuem toda a carreira e continuam contribuindo mesmo depois de aposentados(diferente dos aposentados da iniciativa privada). Já alguns políticos com meia dúzia de contribuições se aposentam, enquanto nós....

sempre mais disse...

Adorei! Querem arrumar culpados pra roubalheira deles.

sempre mais disse...

Muito bem!!!!

Anônimo disse...

Excelente artigo, os militares de pijama e as pensionistas devem ter o salário reduzido para o teto do INSS, sem restrições, afinal eles bateram panela, foram para a rua para derrubar a dilma e querem que lula seja preso.

Como o governo do traíra precisa financiar a elite, os bancos, a rede globo e o capital internacional que participou ativamente nesse processo é preciso "mexer nos altos salários das aposentadoria e pensões dos militares" e no "tempo de serviço dos militares". Como pode um militar se aposentar aos 48 anos ganhado integralmente e um trabalhador comum se aposentar aos 65 anos, desde de que tenha 49 anos de contribuição para ganhar o teto do INSS, ou seja, em torno de 5 mil reais?

Anônimo disse...

Não tem fgts, não recebem hora extra (mas fazem e muita), não tem local fixo para trabalhar, não tem jornada de trabalho fixa de 8 horas, quando vão para a reserva (aposentadoria), podem ser chamados a qualquer momento etc. Igualdade?

Façanha, o advogado do povo disse...

Mas é claro, ó PEDRO BÓ! Quem é louco, fora os comunas, para mexer com os milicos!?...

Anônimo disse...

O povo paga impostos e as gangs tomam conta do cofre.

Anônimo disse...

As vezes não entendo tuas postagens PB, meias verdades também podem ser lidas como meias mentiras. P. Mass

Anônimo disse...

Apoiado. Militares passam por difícil formação, e sofrem exigências muitíssimo maiores que a grande massa da população não suportaria. São necessários e úteis ao país, diferente de muitos que sequer comparecem ao trabalho. Portanto, merecem melhores soldos e melhores aposentadorias.

Anônimo disse...

À qual patente corresponde um salário mensal de 9 mil reais? Capitão? Major?

Ponderem os efetivos de praças e oficiais.

Se a média fica bem acima do maior salário de um praça (praticamente o teto do INSS), e sendo os praças a grande maioria do efetivo militar, há uma distorção importante mascarada pela média.

Pouco tempo atrás este blog publicou o elevado número de coronéis da Brigada na inatividade.

O mesmo 'fenômeno' é verificado em todas as carreiras do serviço público.

Poucos ganham muito e muitos ganham pouco. A diferença é tamanha que a média fica acima do máximo da grande maioria do efetivo.

A vantagem sobre o INSS é grande, mas há uma distorção que culpa a todos e esconde os verdadeiros responsáveis por uma média tão alta.

Se retirassem da conta os servidores dos 3 poderes que ganham até o teto do INSS, a obscenidade se tornaria insustentável