Em apenas um ano de governo do PT, bandidos já matam um gaúcho a cada quatro horas. Assassinatos foram 28,3% maiores em janeiro.

- O editor copidescou (aproveitou trechos, suprimiu outros e deu novo formato) reportagem do site www.zerohora.com.br que vai a seguir. O site não lembra que em fevereiro do ano passado, quando anunciou a queda de 20% nos homicídios, Tarso Genro estava há apenas um mês no Piratini, e que portanto colheu os frutos dos enormes investimentos feitos pela ex-governadora Yeda Crusius na área da segurança pública (novos carros, mais armamentos, uniformes melhores, quartéis reformados, milhares de novas contratações). 

Ao longo de janeiro, o Estado contabilizou 186 homicídios, número 28,3% maior do que os 145 crimes registrados no primeiro mês do ano passado. A escalada da violência chegou ao ponto em que uma pessoa é morta a cada quatro horas no Rio Grande do Sul.

A má notícia, constatada no levantamento mensal da Divisão de Estatística da Secretaria da Segurança Pública, contrasta com uma realidade bem diferente da vivida um ano atrás, quando o governador Tarso Genro comemorava a redução de 20% nos homicídios em seu primeiro mês à frente do Piratini. As autoridades não apontam as causas pontuais para a escalada no número de mortes.

Segundo o levantamento, Porto Alegre também contribuiu para o aumento com 41 mortes, 28,1% a mais do que no mesmo período de 2010. Controversa entre especialistas, uma possível influência do forte calor no comportamento dos criminosos é vista com reserva pelo secretário-adjunto da Secretaria da Segurança, Juarez Pinheiro. Segundo ele, a única relação possível é que, em dias mais quentes, as pessoas ficam mais tempo e até mais tarde na rua. Seriam os mesmos motivos pelos quais a criminalidade é maior aos finais de semana.

19 comentários:

Anônimo disse...

AS COMPARAÇÕES, A REALIDADE:

Dados do Ministério da Justiça dão conta de 46.000 (quarenta e seis mil) a média de assassinatos
por ano no Brasil, de 90 países pesquisados estamos em 6º lugar.

Uma média de 126 pessoas por dia são assassinadas,no Carandiru/SP foram mortos 111 pessoas.

Nos 21 anos da (dita) ditadura militar 424 pessoas Civis e Militares foram mortos ou desaparecidos.

No Brasil a média é 27 assassinatos por 100 mil habitantes,nos EUA a taxa é de 06 assassinatos por 100 mil.

Este é o País Maravilha registrado em Cartório pelo digníssimo apedeuta.

Tá ruim mas tá bom.

Antonio

Anônimo disse...

Toma na cabeça, gaúcho desmiolado que come na mão da RBS.

Tá bom o pastinho que estão te oferecendo ???

Anônimo disse...

Para um governador que ama terroristas, o que esperar?

Anônimo disse...

Agradeçam também a lei do desarmamento. Não deixem de fora os maravilhosos políticos que fazem leis para beneficiar os bandidos. E tratam as pessoas de "bem" como se elas fossem marginais.

Anônimo disse...

Só espero que entre as vitimas estejam apenas eleitores gaúchos politizados do PT.

Anônimo disse...

O PT incita a violência, ou não são eles que estão por trás de todos os movimentos ditos "sociais" e que promovem arruaças, ameaçam pessoas, trancam as ruas, fazem barulho , em resumo se acham no direito de passar por cima de todas as leis. Quem faz isto? Bandidos! Bandidos detestam leis, detestam democracia, detestam uma polícia forte, e detestam ordem, mas em compensação adoram o PT!

Anônimo disse...

MUITO BOA A REPORTAGEM... SÓ ESQUECEM DE DIZER QUE HAVIA UM GENERAL DO EXERCITO NA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA.

O GENERAL TRABALHAVA CALADO, HUMILDEMENTE, NA DELE, SEM ALARDE, SEM MÍDIA.

BASTOU O PT ASSUMIR E A BANDIDAGEM JÁ FICOU TODA ASSANHADA COM A NOVA PARCERIA.

Fernandez disse...

O que o PT fez até agora?
Faltam leis, polícia, presídio, escola de turno integral para tirar criança da rua, etc.
No Brasil falta tudo, só não falta discurso de populista vigarista e vagabundo.
Enquanto estiver em prática esta política ideológica, populista e ordinária, duvido que esta situação reverta.

Anônimo disse...

Meus caros. Se na própria academia de polícia civil não tem ar condicionado durante as aulas o que se pode esperar. O pessoal tá encharcado. Aliás o curso de tiros foi transferido, por causa do calor e por falta de munição.

Anônimo disse...

E ai Daniel?

Esta feliz com os nºs do teu governicho de petralhas?

E o Mariasno da Rep. de Santa Maria?

Batendo palminhas com os cascos ?

Anônimo disse...

Segundo reportagem de ZH, grande parte dos homicidios são causados por problemas com drogas. Deve ser mentira do jornal, afinal, o "intelectual" declarou na UFRGS que nunca viu fumante de baseado envolvido em homicidio.

Anônimo disse...

Políbio,

Onde esta o Tarso??
Onde esta o governador do RS??
Só aparece "na boa"!!!

JulioK

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

É muito triste ver a DECADÊNCIA da sociedade brasileira depois que petralhas e GAÚCHOS POLITIZADOS ganharam o poder.
UM NOVO MUNDO É POSSÍVEL
FORA PETRALHAS
FORA GAÚCHOS POLITIZADOS

Saudações

Ps ONDE PISAM NÃO NASCE NEM GRAMA TIRIRICA

Anônimo disse...

Não sei quem é mais medíocre : se o governadorzinho bandoleiro ou ou eleitor quatro-patas ...

É o RS rumo à situação atual da Paraíba, Pará e Rondônia !!!

Luiz Vargas disse...

Os botocudos estão vendo e vivenciando apenas um "trailer" do que será este Estado até 2014.
O governo Tabajara de taR$o oGênio, seu bando de PeTralhinhas mamadores e sua ba$e aliada alugada, até 2014, deixarão as plagas botocudas transformadas em tapera, ao estilo daquela deixada pelo Truta em Guaíba.

Anônimo disse...

Anonimo das 18:51! DANIEL é carioca, recebe dinheiro para vir aqui para assuntos do seu pai, o pinguço, não do RGS.

Justiniano disse...

Pobre RS, vai sofrer muito com esse governinho de faz-de-conta, a criminalidade aumentou e com essa seca drenando os recursos para a segurança pública, vai ter dinheiro somente para pagar o funcionarismo público. Começam a aparecer os dados de quebra da safra de até 50% nas Missões. Vão ver o tamanho do tsunami em abril na secretaria estadual da fazenda em POA.

Anônimo disse...

Onde estão aqueles idiotas que diziam que a culpa da criminalidade era a falta de emprego e etc.
Não estamos na era do pleno emprego?
Não mudou o governo, que agora é dito socilaista?
Bando de enganadores!
Joel Robinson

Anônimo disse...

Estamos é na era do pleno emprego para a bandidagem!