Dilma confirma "importação" de 6 mil médicos cubanos. Convênio é uma espécie de Usaid do governo comunista de Cuba.

Os médicos cubanos formam a ponta de lança da ditadura comunista e familiar de Cuba, como também do PCC. Na Venezuela, os médicos funcionam como a longa mão do governo bolivariano. As entidades médicas brasileiras repudiam a importação, alegando que o País já tem médicos em número suficiente. O que acontece é que o governo e os planos de saúde remuneram precariamente os profissionais, também não oferecendo condições dignas de trabalho - sequer equipamentos decentes. Os médicos cubanos, que aceitam fazer trabalho escravo, não se importam em receber muito menos pelos serviços, porque em Cuba vivem na pobreza.

A Agência Brasil informou ontem que os governos do Brasil e de Cuba, com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde, estão acertando como será a vinda de seis mil médicos cubanos para trabalharem nas regiões brasileiras mais carentes. Os detalhes estão em negociação. Os ministros das Relações Exteriores brasileiro, Antonio Patriota, e o cubano Bruno Eduardo Rodríguez Parrilla, anunciaram nesta segunda-feira (6) a parceria. Patriota e Rodríguez não informaram como será a concessão de visto – se será definitivo ou provisório. Segundo o chanceler brasileiro, há um déficit de profissionais brasileiros na área de saúde atuando nas áreas carentes do país, daí a articulação com Cuba.

“Estamos nos organizando para receber um número maior de médicos aqui, em vista do déficit de profissionais de medicina no Brasil. Trata-se de uma cooperação que tem grande potencial e à qual atribuímos valor estratégico”, disse ele.

As negociações para o envio dos médicos cubanos para o Brasil foi iniciada pela presidenta Dilma Rousseff, em janeiro de 2012, quando visitou Havana, a capital cubana. Ela defendeu uma iniciativa conjunta para a produção de medicamentos e mencionou a ampliação do envio de médicos cubanos ao Brasil, para apoiar o atendimento no Serviço Único de Saúde (SUS).

- O comércio entre Brasil e Cuba aumentou mais de sete vezes no período de 2003 a 2012, segundo o Ministério das Relações Exteriores. De 2010 a 2012, as exportações brasileiras para Cuba cresceram 36,9%. No ano passado, o comércio bilateral alcançou o recorde de US$ 661,6 milhões. O valor total de exportações, corresponde a 1/10 do faturamento do grupo gaúcho Randon, Caxias do Sul. 

19 comentários:

Anônimo disse...

O Conselhor Federal de Medicina está correto ao defender que o médico tenha uma carreira de estado com remuneração digna, de acordo com as imprescindíveis funções exercidas pelo profissional da saúde. Defendo até que essa carreira seja federal, o que permitiria essa remuneração. Os referidos servidores federais seriam cedidos a Estados e Municípios.
No entanto, não devemos nos esquecer que Cuba, apesar de todas as críticas que possam ser feitas ao regime político (ditatorial), possui um dos melhores sistemas de saúde do mundo, principalmente sob os aspecto da prevenção. Assim sendo, seria uma idiotice ser contra essa medida que só servirá para melhorar a saúde da população de regiões menos assistidas. Outra medida que poderia ser adotada seria a isenção dos médidos do imposto de renda (ela já sonegam boa parte mesmo) em troca eles teriam que fazer um determinado número de procedimentos gratuitos pelo SUS, seria uma espécie de PROUNI dos médicos.

Justiniano disse...

A maioria não passará na prova dos Conselhos Regionais de Medicina estaduais.
Aí vão dizer que é perseguição e corporativismo como todo petralha incompetente apregoa.

Agora poderiam contratar como agente comunitário de saúde familiar ganham um salário mínimo (que em Cuba é uma fortuna) e vão fazer aquilo que estão preparados.

Anônimo disse...

Cuba é boa na medicina preventiva com crianças e como tem baixa obesidade por insuficiência crônica de alimentos, as doenças cardíacas tem índice baixo. Para o resto, são meros açougueiros diplomados que nem conhecem os amplos recursos da medicina moderna. A alguns destes açougueiros devemos agradecer pelo fim do ditador Chávez, hoje democraticamente empalhado

Anônimo disse...

Bueno.. Esse povinho, o inculto e os mal intencionados, já votavam nos PeTralhas, imagina agora com esses comunistas visitando-os (doutrinando)..

Será o início das milícias polulares a la venezuela.

E nós quase sem armas pra nos defender.

Anônimo disse...

O Conselho Federal de Medicina e a classe médica pediram: Não querem ir trabalhar em estados do norte e nordeste e interior dos estados, pois se não querem tem quem quer, ou seja, vai ser um atendimento de pequena complexidade e de serviço básico de saúde em postos de saúde (onde os médicos brasileiros insistem em não trabalhar), portanto vem a suprir essa lacuna e botar "competitividade" entre os médicos, ou seja, eles continuam com a possibilidade de trabalhar no interior e em postos de saúde (desde de que não falhem ao serviço - como costumam fazer e deixem de ser seletivos), mas vão ter forte "concorrencia" com médicos acostumados a ganhar pouco trabalhar bastante cuba), principalmente com médicina comunitária, ou seja, acostumados a trabalhar com os pobres.

É tudo que os médicos brasileiros não queriam, ou seja, "concorrência".

CHEGA DA DITADURA BRANCA DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE.

Gesni Silva disse...

E contra a ideologia quem fará a prevenção???

Anônimo disse...

Até isto o PT vai fazer, engraçado se um Brasileiro faz medicina em Cuba não consegue validar o diploma no Brasil, mas se for cubano pode trabalhar no Brasil com apoio do governo, só aqui mesmo.

Ricardo disse...

Meu Deus, o anônimo das 09:44 acredita em fadas...
Já esteve em Cuba, anônimo ? Eu já e o "melhor" sistema de saúde do mundo é pior que o SUS no Brasil...
Informe-se melhor, não acredite em cartilhas de sindicatos.

Arno Edgar Kaplan disse...

Tá aberto o açougue...

Anônimo disse...

sera ideologização pura!!!

medico eh um kacete, essa gente eh agente do comunismo e ira justamente para os grotões para formar as bases ideológicas de uma tentativa de cubanizar o Brasil...

as pessoas nos grotões são extremamente frágeis e influenciáveis por causa da sua situação de penúria constante...

qualquer um que apareça oferecendo um cotonete a mais sera tratado como "alguem que se importa com eles" e tera muita influencia politica sobre essa gente...

isso sera um desastre sem precedentes em poucos anos!

FAÇANHA"Integralista" disse...

O Brasil é um país muito rico, para suportar esses governantes sem quebrar!

Anônimo disse...

São médicos mesmo ou "aparelhos", que vão ensinar guerrilha urbana ao comunistas brasileiros?

Anônimo disse...

TEREMOS 6000 CHE GUEVARA TRAVESTIDOS DE MÉDICOS IMPLANTANDO O COMUNISMO NO BRASIL. SOBRE A MEDICINA CUBANA SER A MELHOR DO MUNDO DUVIDO, SE OS MÉDICOS QUE LÁ ESTÃO NÃO PARTICIPAM NEM DE CONGRESSOS INTERNACIONAIS, SÃO AUTO DIDATAS? DUVIDO! OS CHEFES DE ESTADO NESTES ÚLTIMOS ANOS QUE CONTRAÍRAM CÂNCER COMO LULA, DILMA, LUPO ESTÃO CURADOS O CHAVES ACREDITOU NA MEDICINA CUBANA E MORREU.

ALMIR OLIVEIRA disse...

POLÍBIO.
ESSA QUESTÃO DA "IMPORTAÇÃO" DE PROFISSIONAIS CUBANOS PARA INTEGRAREM O CORPO MÉDICO BRASILEIRO, É MAIS UMA SAFADEZA DO GOVERNO PRÓ COMUNISTA DO PT E ASSECLAS. CONHECÍ O PLANO, AGORA PRESTES A SE CONCRETIZAR, HÁ DEZ 9 ANOS PASSADOS, NUM ENCONTRO QUE TIVE COM DUAS "MÉDICAS", NO NORTE DO PARAGUAI,ONDE EU CUMPRIA ATIVIDADES PROFISSIONAIS. CONVIVEMOS POR UMA SEMANA E FIQUEI SABENDO DO PLANO APROVADO POR LULA, DE RECEBER UM CONTINGENTE, ACERTADO COM O REGIME CUBANO, DE 10.000 PARAMÉDICOS. FIQUEI CONSCIENTE, NA ÉPOCA, QUE SE TRATAVA DE UMA MISSÃO VOLTADA PARA O PROSELITISMO DO REGIME COMUNISTA E QUE JÁ SE FAZIA PRESENTE EM VÁRIOS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA, INCLUÍNDO, ENTRE OUTROS, A VENEZUELA, O PARAGUAI, A NICARÁGUA, O EQUADOR E A BOLÍVIA. É, PORTANTO, UMA "INVASÃO" DE MILITANTES FORMADORES DE FUTURAS MILÍCIAS. O NÍVEL PROFISSIONAL DESSA GENTE, DEIXA MUITO A DESEJAR,POIS O SEU MISTER NÃO SERÁ A MEDICINA, COMO QUEREM FAZER CRER. OS BRASILEIROS QUE ESTUDAM "MEDICINA CUBANA", O FAZEM POR INDICAÇÃO DOS PARTIDOS COMUNISTAS DO BRASIL, ISTO É, PT, PCdoB E OUTROS MAIS À ESQUERDA.
COMO A PREPARAÇÃO DESSAS PESSOAS É, ESSENCIALMENTE, IDEOLÓGICA, NÃO TÊM A MENOR POSSIBILIDADE DE APROVAÇÃO EM EXAMES DE SUFICIÊNCIA, NORMATIZADOS PELOS CONSELHOS FEDERAL E ESTADUAIS DE MEDICINA. HOJE, JÁ SE FALA, EM BANIR ESSES EXAMES, POR FORÇA DE UMA MEDIDA PROVISÓRIA A SER EDITADA PELO GOVERNO DILMA. TUDO ISSO FAZ PARTE DO MEGA PROJETO DO FAMIGERADO "FORO DE SÃO PAULO" QUE TEM POR OBJETIVO A INSTALAÇÃO DE UM REGIME COMUNISTA EM NOSSO SUBCONTINENTE, QUE ATÉ NOME JÁ TEM: UNIAO DAS REPÚBLICAS SOCIALISTAS DA AMÉRICA LATINA E CARIBE, U.R.S.A.L.C.. É MOLE???
PS. IA ESQUECENDO DE DIZER QUE A REMUNERAÇÃO, DESSA GENTE, NÃO PASSA DE US$ 30,00 POIS, O PREÇO UNITÁRIO DOS PROFISSIONAIS, NA FAIXA DE US$ 150,00, SÃO PAGOS, DIRETAMENTE AO GOVERNO CUBANO. CADA PAÍS, FORNECE, AINDA, CASA, COMIDA E ROUPA LAVADA, ALEM DO PAGAMENTO À CUBA. O PLANO DE LULA E DE FIDEL, PREVÊ 10.OOO MILITANTES PARAMÉDICOS E NÃO 6.0000, COMO O ITAMARATI VEM DIVULGANDO. O PROBLEMA, PELA SUA GRAVIDADE, DEIXA DE SER, APENAS, DA CLASSE MÉDICA, PARA SER UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA NACIONAL DE TODOS OS BRASILEIROS.
NÃO É MOLE MESMO.

Ivo Leo Hammes disse...

Certamente algumas dúzias destes "médicos" vêm para a Província de São Pedro. Porque, enfim, que é que nosso governante foi fazer tantas vezes na ilha dos Castros? Está aí finalmente o resultado das peremptórias negociações do Atraso Genro com as autoridades de lá. Vamos ter especialidades novas credenciadas inclusive no IPE. Tudo em nome da ideologia e do atraso. Gauchada vamos para o sacrifício.
Um abraço do Ivo
PS. Anônimos das 9:44 e 11:52, já que têm idéias tão claras (e tão pragmáticas), por que não colocam o seu nome?

Anônimo disse...

As exportações brasileiras cresceram enormemente para Cuba.
Então alguém precisa pagar a conta. Cuba tem como pagar os produtos que importa do Brasil?
Normalmente o investidor brasileiro em Cuba conta com o paitrocinio do BNDES e caso não receba o pagamento fica com o mico.
Parece que a maneira encontrada pelo governo Dilmá é de importar a mão de obra cubana e com isto abater da dívida pelas exportações não pagas.
Como já disse o blogueira cubana que recentemente esteve no Brasil, o governo cubana exerce o capitalismo de estado, ele fornece a mão de obra e recebe os pagamentos dos patrões, repassando ao cubano empregado um pequena parcela a título de salário e ficando com a parte do leão para a famíglia CASTRO e seus asseclas.
O governo brasileiro ao imprtar a mão de obra cubana poderá ser acusado de explorar o trabalhador mediante a trabalho análogo ao de escravo.
E ainda vai pagar um mesada para os cubanos que aqui vierem.
Viva os petralhas. Fazem todas as maldades que acusam os outros de fazer.

Anônimo disse...

Medicos brasileiros falam que a medicos cubanos nao sao competentes,e porque Hugo Chaves não foi fazer tratamento no - Hospital Israelita Albert Einstein-sao paulo? não é justo deixar nossos irmaos brasileiros sem atendimentos nesses lugares sem acesso rodoviario como Para e Amazonas,na verdade digo que a classe medica brasileira não querem mesmo é concorrentes .CFM é contra a abertura de novos cursos de medicina,na verdade eles querem mesmo é elitizar a medicina ,mensalidaes altos mensalidaes $$,quem vai cursa? Tem que popularizar a medicina abrir mais cursos ,importar profissionais que querem realmente trabalhar para o POVO ACORDA BRASIL

clinicabr.com.br disse...

Muito bom o site. Da equipe Clinicabr.com.br.

Anônimo disse...

Perguntem ao eterno secretário de saúde do PMDB gaúcho, Sr. Terra quando Prefeito de Santa Rosa o que o médicos cubanos fizeram por seu município!