Locaute dos caminhoneiros derrubou vendas de aço em maio

Este é um indicador coincidente para medir o que acontecerá na economia.

As vendas de aço pelos distribuidores somaram 203,0 mil toneladas no mês de maio, conforme divulgado ontem pelo Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (INDA). O resultado representa um recuo de 16,4% em relação a abril, intensificando o recuo de 2,4% observado na leitura anterior, na série livre efeitos sazonais. No mesmo sentido, as compras totalizaram 224,4 mil toneladas, queda de 14,2% na mesma base de comparação, mais do que revertendo o crescimento de 4,7% registrado em abril. Com isso, os estoques atingiram 947,3 mil toneladas no período, o que corresponde a 4,7 meses do nível de vendas atual. 

Esses resultados do setor siderúrgico, assim como os demais indicadores coincidentes já divulgados, sugerem um recuo da produção industrial em maio, refletindo em grande medida os impactos da greve dos caminhoneiros.

Nenhum comentário: