quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Governo Dilma não pára de enfiar dinheiro no banco de Silvio Santos. Agora são mais R$ 10 bilhões.

- O governo do PT não pára de botar dinheiro dentro do banco que foi de Silvio Santos e que ele salvou da falência. Além  dos R$ 4 bilhões que o Fundo Garantidor, mantido pelos bancos, enfiou no Panamericano, visando salvá-lo da falência, agora serão mais R$ 10 bilhões, estes da Caixa, que pertence aos contribuintes. É po isto que a Contec está protestando. E tudo passa batido, sem grandes protestos por parte da mídia, do Congresso e da opinião pública.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec) vai questionar na Justiça a intenção anunciada pela direção da Caixa Econômica Federal (CAIXA) de realizar aporte da ordem de R$ 10 bilhões para o Banco Panamericano. A informação é do presidente da entidade, Lourenço Prado, que garante que vai buscar o apoio do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União (TCU) para evitar o repasse. “Vamos buscar todas as vias legais para interromper esse aporte. O que está em jogo é dinheiro público, do povo brasileiro. Estamos falando de dinheiro que deveria ser usado para fomentar o sonho da casa própria e não para salvar banqueiro”, contesta Prado.Segundo informações da Caixa Econômica Federal (CAIXA), o aporte financeiro ao Panamericano é necessário para “manter as operações do banco”.Para o presidente da CONTEC, a medida “tenta corrigir o tremendo erro de ter investido, de maneira inconseqüente, dinheiro público na compra do banco”.

Novela do Panamericano — Em novembro do ano passado, a CAIXA comprou parte do Banco Panamericano, de Silvio Santos. Na ocasião foram investidos aproximadamente R$ 1 bilhão por 49% das ações ordinárias e 20% dos papéis preferenciais do Banco.A compra do Panamericano foi feita às cegas e no apagar das luzes do governo Lula. Na ocasião, foram levantadas suspeitas de que a operação teria sido feita para favorecimento ao empresário Silvio Santos.Logo em seguida, o BTG Pactual assumiu o controle do Panamericano com um investimento inexpressivo para este tipo de negócios de R$ 450 milhões e passou a ter 37,64% da instituição de varejo, com 51% das ações ordinárias e 21,97% das preferenciais. Para que o BTG Pactual entrasse em cena, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC, entidade mantida pelos bancos para cobrir perdas de correntistas em caso de quebra de instituições financeiras) concordou em desembolsar mais R$ 1,5 bilhão para equilibrar as contas do banco, além dos R$ 2,5 bilhões que já havia aportado no PanAmericano no ano passado.

6 comentários:

Anônimo disse...

Fazer o que?A presidenta entrou pela porta da frente pelo voto do povo.

Mordaz disse...

Um escândalo sem tamanho nas barbas, ou pelas barbas do governo do PT! Tudo depois das eleições imorais do ano passado, totalmente ilegítimas.

Anônimo disse...

É por essas e outras que NÃO DÁ para aumentar o mínimo..kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Este é o preço que o país paga por permitir que vigaristas de qualquer espécie subam ao poder. Com as chaves do cofre eles pagam a mídia para manipular a população. Nem vou falar dos lobotomizados que acreditam que Dilma, Luladrão, Safado Genro e outros vigaristas entraram pela porta da frente. Ora, só imbecil acredita na urna eletrônica

Paulo A Gazzana disse...

Ontem, assisti a sessão da Câmara, que votou o Salário Mínimo. O argumento é que um salário maior do R$ 545,00 seria inflacionário, quebraria a regra de Longo Prazo, etc, etc, etc. Então tá, somos palhaços mesmo! O povo deve estar estar ciente que o problema é ele, essa mania de querer ganhar sempre mais. Os tributos que o povo paga são única e exclusivemente para o uso governamental, de acordo com as ideologias e bom senso do governo de plantão. Aliás, alguém ja disse que "bom senso é a capacidade que os outros tem de pensar como eu". Temos o governo que elegemos. O estado das coisas é apenas conseqüência disso. Quando o governo fará sua parte na economia dos recursos do Tesouro, permitindo que o país usufrua um quinhão maior dos tributos que paga? O esforço governamental sempre fica para o futuro, no presente, quem paga são os otários, os contribuintes.

Anônimo disse...

a revolução é uma questão de tempo, só tem um detalhe, povo que vive com footbool carnaval,e vida noturna, como cultura e obrigação, merece um silvio santos como palhaço de ouro deste governicho de comunistas e agentes das farc´s querem o que mais.