Coréia do Sul: supermissão do governo gaúcho terá 60 delegados

Sairá nesta sexta-feira a missão que governo e empresários gaúchos farão à Coréia do Sul. A missão será de 60 pessoas, 12 das quais do governo estadual, todas pagas com dinheiro público. Jamais, antes, neste Estado, missão alguma foi tão grande. A última delas, a da Holanda, no governo Yeda, teve 17 delegados.

. A ideia inicial do governador Tarso Genro era incluir o Vietname no roteiro, mas a desastrosa viagem dos deputados estaduais a Ho Chi Minh, mês passado, caracterizariam a visita como mera inutilidade de caráter turístico-ideológico.
 
- Os relatórios apresentados por deputados, dirigentes de estatais e professores, demonstram a total inutilidade da visita oficial gaúcha ao Vietname. CLIQUE AQUI para ler um desses papeluchos (este documento é inédito). O tour esquerdista, inclusive a visita ao mausoléu de Ho Chi Minh, foi pago pelos contribuintes gaúchos. 

2 comentários:

Manoel disse...

Estas coisas & Outras que são repudiantes, pois não será nada promissor. Depois ficam extorquindo impostos sobre impostos,como também deixam de pagar as suas contas, tipo precatórios.
até

Anônimo disse...

Que maravilha se este avião caisse com toda a catrefa... teriamos o problema do RS resolvido.