Polícia Federal indicia Deputado do PT gaúcho em fraude com dinheiro federal

- CLIQUE AQUI para ler a íntegra da denúncia.

A Polícia federal concluiu a investigação sobre as fraudes praticadas pela Fetraf-Sul, uma entidade que está se espalhando pelos RS, tentando tirar a representatividade dos tradicionais sindicatos de trabalhadores rurais ligados  à Fetag, historicamente alinhada com o PSB. A acusação da Polícia Federal é de desvio de R$ 5 milhões do governo federal. Um esquema parecido com o que ocorre no Ministério dos Esportes.

. Foi indiciado o Deputado gaúcho Altemir Tortelli, PT, que largou a Presidência da Fetraf-Sul no RS para concorrer. Ele está envolvido nas malfeitorias. até o pescoço no  rolo.

. A Fetraf-Sul foi acusada em 2007 de fraudar convênios com o governo federal num montante superior a R$ 5 milhões.

. Na semana passada, após quatro anos de investigações, a Polícia Federal de Chapecó concluiu um inquérito, que possui 12 volumes, mais de 28 apensos e 137 caixas de documentos. Em seu relatório final, o delegado Misael Mazzetti determina o indiciamento de sete pessoas, entre elas os hoje Deputados Estaduais Altemir Tortelli (PT/RS) e Celso Ludwig (PT/PR), Coordenadores da Fetraf-Sul, além de Jair Antonio Niero, tesoureiro da entidade e também Diretor do Instituto Cooperação da Agricultura Familiar de Santa Catarina (Icaf), órgão beneficiado pelas emendas de Ideli Salvatti num total de R$ 338,7 mil.

- Na zona Sul do RS, sobretudo em São Lourenço, os eleitores estranharam a riqueza da campanha de Altemir Tortelli. Até mesmo a rádio FM local teria sido arrendada por cabos eleitorais do Deputado.

Nenhum comentário: