quinta-feira, 15 de março de 2012

Artigo, Celso Araújo – A farsa das UPPs amplia a conta da mentira

- Vocês lembram das Unidades de Polícia Pacificadora e dos Territórios da Paz? Pois estes factóides saíram da cabeça do ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, atual governador do RS. Seria a solução dos problemas de segurança pública no Rio. Um exemplo para o mundo. Leia o artigo a seguir de Celso Araújo para o blog de Augusto Nunes, porque ele mostra o tamanho da farsa.

A farsa das UPPs amplia a conta da mentira
Celso Arnaldo Araújo, Blog de Augusto Nunes

Acrescento à interminável lista de compromissos lulodilmistas sem o menor compromisso com a veracidade e a boa-fé, produzida em palanque por gritos roufenhos (Lula) e garranchos verbais (Dilma), o cínico anúncio, feito [ontem] pelo Ministério da Justiça, de que a promessa de instalar 2.883 UPPs em todo o país, constante do PAC 2, era conta de mentiroso.

Perdão, não quero ser injusto com os bons mentirosos — que sempre mentem com alguma lógica, um fundinho de verdade. Os do lulopetismo estão abaixo da linha do embuste mais grosseiro.
Quer dizer que 2.883 UPPs (de onde tiraram esse número vulgar, nada cabalístico?) eram “um cálculo superdimensionado”, no dizer do Ministério da Justiça?

Então serão quantas Unidades Pacificadoras? 2.000? 1.500? 500? Nonada. Nenhuma! O plano foi todo engavetado. Não haveria polícia suficiente nem se as unidades fossem de Lego. Nenhum centavo, da verba supostamente comprometida para o falso projeto, foi empenhado na fantasia.

Está decidido: UPPs só mesmo nos morros de Cabral e no arquivo morto do cérebro baldio de Dilma, onde as melífluas unidades devem estar pacificando as crianças das 6.500 creches que ela inventou para produzir gênios e milionários.

Nas creches de Dilma, não há fraldas – só fraudes. E destaque-se uma justiça poética: chupeta em inglês é “pacifier”, pacificadora.

MERCHANDISING
O editor disponibiliza campanha publicitária da Foxter, que faz campanha de vendas antecipadas das três torres da Maiojama na Nova Carlos Gomes, Porto Alegre, o conjunto Trend. São dos edifícios corporativos e um residencial. Se você quiser saber mais, para esta fase da campanha os preços são menores, até o lançamento, e um profissional, Jefferson Alan, atenderá os leitores pelo seu celular 9548.7541. Se você preferir, fale por e-mail:jeffersonalan.foxter@gmail.com   

8 comentários:

Anônimo disse...

É só promessa não cumprida ! Agora, quando será que o eleitor brasileiro vai se ligar em projetos de governo ao invés de promessas eleitoreiras ? Acho difícil tão cedo !

Anônimo disse...

Taí ó ! Mexeu com o ptralha carico MARIO RANGEL!

Anônimo disse...

Bem feito para os eleitores desvalidos do partido embusteiro : acreditaram nas vigarices da campanha, e depois nem sem lembram do que foi prometido. Como é fácil ganhar voto nesse país ...

Também, com a justiça eleitoral que temos, aliada a um estado de direito que é uma falácia ...

Anônimo disse...

Estelionato eleitoral.
Deveria ser cobrada judicialmente por suas promessas impossíveis de serem cumpridas.
Só assim poderiam apreender a não enganar o povo.

Anônimo disse...

Estas UPPs , desde as primeira notícias sobre elas, foram denunciadas como mais um engodo do governo, e só caiu na balela de Cabral quem, por preguiça ou por conveniência, não parou pra pensar no assunto.
Está tudo lá, como antes. Só foi caiado, camuflado.
Pra mim, estas UPPs sempre foram uma piada.

Anônimo disse...

Lula mentia tanto que babava. Dilma para não ser pega na mentira 'toca os quatro' em quem fizer algum movimento que se assemelhe a questionamentos. Então fica assim: burro aquele que ainda acredita em político. Democracia tupiniquim é a nossa. Escolhemos pessoas/políticos que após posse farão aquilo que é melhor para elas, ignorando os interesses daqueles que os elegeram. Democracia? Eu em!!!

Anônimo disse...

É O GOVERNO MAIS CORRUPTO E MENTIROSO DE TODA A HISTÓRIA DESTA MALFADADA REPÚBLIQUETA BANANEIRA...!!!!!!!!

Justiniano disse...

Mais uma demonstração que o governo Dilma acabou, tanto que muitos partidos começão a apear da base, porque sabem que não há mais para fazer neste governo.
Lula não pode falar, a sua voz está tão irreconhecível, tanto que nem fala mais ao telefone, as pessoas tem que ir ao apartamento dele se querem falar, assim a Dilma sem poder contar com o seu mentor político fica brigando com os seus fantasmas.