A Operação Cartola pode ter desvendado um tremendo escândalo na mídia do RS

- O escândalo do News of the World, o jornal que  
acaba de fechar em Londres por usar delatores e arapongas para obter reportagens "investigativas", não é invenção do bilionário Rupert Murdoch.

Pivô do escândalo que resultou na Operação Cartola, o ex-CC da prefeitura de Alvorada, Marcos Roberto Caduride Almeida, reclamou ao editor do video que foi postado na Web sobre um incidente ocorrido com ele, quando trabalhava na Smic, e um comerciante.

. O editor possui o video, mas não postou nada. Marcos Caduri deve ter examinado tudo na Web e avisou que ali está apenas parte editada.

. Sobre as outras denúncias do editor, ele não disse nada. Elas vão aqui repetidas:

1) Polícia Civil, MPC, MPE e a mídia, protegem a identidade de Caduri de Almeida, mas o editor examinou todo o inquérito, pinçou o nome do denunciante (delator) e resolveu identificá-lo porque ele também foi peça chave como denunciante (delator) nas Operações Solidária, Legislatur e Daer, além da Operação Cartola. Não é coincidência que ele estivesse tão próximo de todas as malfeitorias, sempre em companhia da reportagem da RBS TV, a quem parece prestar serviços, e disponível para prontos testemunhos-chaves junto ao MPE e MPF.

- O editor possui abundantes provas de tudo que está postado acima. CLIQUE AQUI para ver as denúncias de Inajara Costa Garcia (Operação Legislatur) e CLIQUE AQUI para examinar trecho do inquérito da Operação Solidária. Também CLIQUE AQUI para examinar trecho do depoimento do denunciante na Operação Cartola (arquivo PDF).

2) A que título e de que forma foi remunerado Marcos Caduri, que viajou para São Carlos e junto com a reportagem da RBS TV flagrou incidentes no âmbito da Operação Legislatur (Marcos Caduri e a RBS TV foram denunciados esta semana no Ministério Público Estadual pela ex-servidora Inajara Costa Garcia, por assédio social sofrido em São Carlos) e de novo com a RBS TV participou das reportagens investigativas que antecederam os escândalos verificados na Operação Arapongagem e Operação Solidária. Todas essas colaborações também integraram depoimentos dele que deram início ou encorparam ações do Ministério Público de Contas, MPE ou MPF.

CLIQUE na imagem para verificar foto de Marcos Caduri em São Carlos. Nela também aparece a ex-servidora Inajara Costa e o cinegrafista da RBS TV. Todos foram protagonistas de reportagens investigativas da RBS e também da Operação Legislatur.



NOTA DO EDITOR - Todos os documentos utilizados pelo editor, além de arquivos relevantes, estão arquivados em back up no data center do Google, nos Estados Unidos. 


Aprenda você mesmo a investir em ações.
O mercado de ações vem atraindo cada vez mais pessoas interessadas em obter rendimentos superiores aos da renda fixa. A empresa gaúcha Leandro & Stormer, especialista em educação para o mercado financeiro, oferece a você o curso Análise Técnica para Traders, que ocorre dias 6 e 7/08, presencial em Porto Alegre e ao vivo pela internet. Clique aqui e informe-se.

17 comentários:

Anônimo disse...

Se não tiver armação agente provoca uma, vai aumentar as vendas de jornal.

ALBERTO MAGNO disse...

POLIBIO
No último clique aqui, não saiu em cor azul, não deu para se conhecer a Lata do Trio maravilha.

Anônimo disse...

Alguém tem culhão para se meter com o Cidadão Kane dos pampas?

Inajara Costa Garcia disse...

Não existe trio maravilha, na foto estão Marcos Roberto Caduri de Almeida que se apresentou com nome falso como assessor de um vereador de Alvorada, o cinegrafista Giancarlo Barzi da RBS e vários participntes do curso, inclusive eu, Inajara Costa Garcia que fui alvo de armação do Grizotti e turma.Se eu fosse culpada não estaria me expondo e enfrentando pessoas que escondem a cara.

Anônimo disse...

a diferença é que no Brasil tudo acaba em samba, e na UK as coisas são levadas a sério mesmo que pessoas percam o emprego

Luiz Vargas disse...

Está na hora de alguém estampar a lata deste Giovani Grizzoti em full HD na internet. O cara faz umas reportagens pirotécnicas e esconde a cara. Mais parece agente do SNI PeTralha do que um repórter.

Inajara Costa Garcia disse...

Eu já coloquei uma foto dele num e-mail que enviei para várias pessoas contando a verdadeira história sobre a reportagem Farra das Diárias, onde fui envolvida num contexto do qual nunca fiz parte.Ele ligou para minha advogada e ameaçou me processar e me colocar na mídia novamente caso eu continuasse a exibir a foto.Eu continuo enviando o e-mail para quem quiser, não tenho medo, embora um seguidor dele já tenha ameaçado dar em mim até sangrar.Vou continuar buscando por justiça e, se algo me acontecer, voces sabem o que fazer.

Anônimo disse...

Esta inajara foi a unica demitida de estancia porque o presidente que era do pt nao segurou ela. Pedro nunes estancia velha

Inajara Costa Garcia disse...

Eu aceitei o convite para ser assessora do presidente da Câmara, mas nunca fui filiada ao PT.Tenho certeza que tenho muito mais valor do que uma assinatura que comprove minha filiação,por isso ninguém me defendeu.

Anônimo disse...

A Inajara e seu antigo patrão presidente da câmara de EstÂncia velha Tomé Foscarini viviam em volta da RBS , tomaram uma ruim , esta gente Grizotti e cia não valem o que comem. Mas a proposito porque só a Inajara Costa foi demitida?

Anônimo disse...

Inajara não te julguei no meu comentário , apenas lembrei a senhora que somente a vc foi demitida e ninguém aqui na cidade defendeu a senhora, agora aprenda trabalhar com politica e politicos não vale apena é tudo uma corja, a minha experiência de quase 70 anos me diz que armaram prá você , alguém queria teu lugar.
Pedro nunes Estância Velha.

Pedro Nunes Ramires -ramylive@gmail.com

Inajara Costa Garcia disse...

Eu nunca tive acesso à RBS, portanto nunca estive as voltas da mesma, até pq jamais tive assunto para tratar com eles.Quanto ao vereador Tomé, não posso afirmar nada pq nunca entrei em contato com a RBS a mando dele e nem recebí nenhum representante da mesma durante os quatro meses em que trabalhei na Câmara.Quanto ao Sr. Pedro, sei que não quis me julgar, mas achei que deveria esclarecer que não sou filiada a nenhum partido.Não posso responder pelas atitudes tomadas pela Câmara, mas fiquei sozinha e desamparada.Volto a repetir que, se fosse culpada, estaria calada, com direito a me pronunciar somente em frente ao juiz e, com certeza não estaria me expondo e correndo risco desnecessários, enfrentando pessoas que não tem coragem de mostrar a cara.Prestei depoimento de expontânea vontade, não fui intimada.Vou provar minha inocência nem que seja a última coisa que faça na vida.Acredito que como parte da comunidade de Estância, tá na hora de voces tomarem uma atitude e cobrarem se houve mudanças depois da minha saída.

Anônimo disse...

Essa Inajara é Cara de pau mesmo, fugiu de Estância, nem na Sindicância da câmara compareceu , envergonhou a cidade. Aliás todo mundo bem faceiro em uma mesa comemorando com uma das mais altas diárias do estado, e Estância cheia de problemas . Será que tu não te fraga .A policia invadiu a tua casa , porque tu não deu explicação na época . Só é induzido quem quer ser, desculpa o desabafo , mas acordo todos os dias as 6 da manhã para trabalhar e retorno todos os dias as 22 horas , uma jornada longa para aguentar politicos que não se dão o respeito.Acho até que num contexto você foi vitima , mas porque teu presidente te abandonou , deveria ter ficado e não pedido demissão .Torço por vc , acho que não deves mais te envolver com politica.
Pedro Nunes, Estância Velha

Inajara Costa Garcia disse...

Sr. Pedro, respeito sua opinião, mas jamais fugi de Estância.Fui orientada a pedir exoneração para que os vereadores pudessem explicar ao povo que não havia nada de errado e, que depois da conclusão da sindicância eles me chamariam.Eu acreditei, quem não tem maldade,não vê a maldade do outros.Logo após minha exoneração,ninguém mais quis falar comigo.Com certeza se eu não pedisse exoneração, seria exonerada da mesma foma.Tive que buscar ajuda profissional, e por isso vim a Porto Alegre. A polícia invadiu minha casa atrás de documentos que até hoje não sei quais são, acredito que deveriam estar na Câmara e não comigo.Todos ficaram quietos e deixaram tudo acontecer, afinal, quem não gostou do que viu?Resolví vender minha casa e vir embora, não tinha mais condições de viver em Estância devido a incitação de violência contra minha pessoa.Nunca fui chamada para depor na sindicância e,para sua informação, a mesma só fala sobre valores e comparações de diárias com outras cidades, tanto é que continua tudo igual.Não existe nenhuma acusação formal contra mim, quem me julgou e condenou foi o povo.Eu continuo correndo atrás de justiça por que acho que todos devem saber o que realmente aconteceu.Quem me conhece realmente, sabe que sou honesta.Na foto,não estávamos festejando nada, era penas um jantar normal com todos o participantes do curso.Para quem não sabe, a Câmara dá ao servidor que viaja, verba indenizatória, valor que não precisa ser prestado contas com notas, o que sobra é do servidor.A comprovação do curso é feita através de relatório e diploma, e isso serve também para os vereadores.Essa determinação consta no Regimento Interno conforme informação do presidente ao jornal NH, não foi criada por mim.Nunca consegui que alguém me ouvisse, me barraram de todas as maneiras.Faz quase um ano que luto por justiça sozinha, e graças a minha persistência, hoje estou conseguindo contar o que realmente aconteceu.O Sr. pode ter certeza de que não envergonhei a cidade, pelo contrário, voces puderam saber como tudo realmente funciona.Acho que já paguei um preço muito alto, tive minha vida destruída,não tenho emprego e ainda continuo sendo acusada pelo povo de Estância, de coisas que nunca fiz.O Sr pode ter certeza de que nunca mais quero me envolver com política, não tenho malícia e nem maldade,jamais dará certo.Agradeço por torcer por mim, um dia o Sr. verá que não menti e não sou cara de pau.Acredito que todas as explicações eu darei, se for chamada, perante um juiz.DEUS lhe abençoe Sr. Pedro.

João Inacio disse...

Pois é...estranho, mas esse sr. que hoje se julga o grande ...sr.Caduri.não denunciou governo de Alvorada antes, porque estava em comum acordo, ou seja, RECEBIA E PARTICIPAVA DAS FALCATRUAS E MAZELAS,como o pdt já participou do governo anteriormente nessa cidade, podemos imaginar que prá ganhar(pt e pdt) podem ter se utilizado da mesma forma, ou seja, delatando fatos.esse sr. não vale nada......
ganha prá fazer esse tipo de serviço sujo
não podemos ser inocentes e crer que muitas das noticias não sejam veridicas, mas também sabemos que a corrupção é de norte a sul nesse pais, e que nem o PT que hoje denuncia outros partidos, está SANTO nessa história
q vergonha viver nesse pais,de gente podre, que rouba de pessoas inocentes que moprrem de fome e de frio, que não tem vida DIGNA,nem educação
QUE VERGONHA NACIONAL

Anônimo disse...

Eu conheci a Sra. Inajara, era alegria, educação e carinho com as pessoas.O erro dela foi ser honesta,fazem muitos anos que os vereadores se utilizam de verbas indenizatórias, só que o povo não sabia.Tomara que ela vença este sistema podre que existe na política e possa recomeçar sua vida.Torço e oro para que um dia ela prove sua inocência, pois ninguém a defendeu...nem eu...também sou covarde.

Anônimo disse...

Moro em Alvorada, e o fato que todos estamos muito felizes com a ação da polícia e da Promotora Rita, não importa os meios , o importante e que palhaçada está chagando ao fim, fazia tempo em Alvorada que não viamos uma adminitração tão porca, a cidade está um lixo e a fara com os recursos públicos e evidente entre os membros do governo.Novamente voltanos a ter vergonha de morrar em Alvorada, o Tec Contábil que senhava em ser prefeito, no estilo "Odorico Paraguaçu" só se preocupa com a sua imágem perante os eleitores.Acho que deviamos estar menos preocupados com quem fez as denúcias e tentar achar desculpas de rivalidade partidária, e atentarmos para a gravidade das acusações...Alvorada é o municipio mais pobre da região metropolitana e mesmo assim é alvo da furia "imoral" da corrupção e da gatunagem!
Meu consolo é que os danos contra o erário são imprescritiveis e um dia eles terão que devolver tudo, os prédios na avenida, os carros de luxo e tudo mais...Alexandro Martins