Nestas 402 páginas, você vai encontrar o desmonte, pedra por pedra, de toda a Operação Rodin

Se você ainda não entendeu ou não entendeu direito o que foi a Operação Rodin, que foi a operação do MPF, PF e MPC que desencadeou a CPI do Detran, o pedido de impeachment contra Yeda e o mais assombroso escândalo político do RS (2007/2008/2009 e 2010), vale a pena ler as 402 páginas do depoimento do professor Silvestre Selhorst à Justiça Federal de Santa Maria. Selhorst, réu da ação criminal movida contra 32 pessoas, foi secretário Executivo da Fatec, que assinou os contratos com o Detran que originaram a Operação Rodin. 

. Este material é exclusivo. Ele foi apresentado nesta terça em Santa Maria. MPF, MPC e PF não conseguiram contestar uma só linha. 

. Não restará alternativa à juíza Barbisan Fortes senão absolver todos os réus ou anular o processo.

. A leitura é didática,fácil e direta, porque o material foi organizado em forma de lâminas para apresentação e projeção em audiência, realizada nesta terça-feira. Silvestre Selhorst não fugiu do debate, como fez o lobista Lair Ferst no dia seguinte, mas foi sempre direto ao ponto. A apresentação desmonta com tabelas, gráficos e cálculos matemáticos todos os argumentos da PF, MPC e MPF. Não sobra pedra sobre pedra. Seu depoimento durou 14 horas.

. Silvestre Selhorst nega todas as acusações, rebate ponto a ponto cada uma das acusações, elencando provas, e além disto avisou:
- A Operação Rodin foi uma farsa política e uma vendetta pessoal.

. O Secretário Executivo da Fatec acusou a Polícia Federal pela prática de tortura contra ele, presenciada e acompanhada por procuradores do MPF, denunciou uma tentativa de assassinato em Santa Maria, revelou que o suposto desvio de R$ 44 milhões baseou-se em planilhas falsas montadas pelo MPC e acusou a PF e o MPF por violações repetidas da lei, inclusive a exposição vexatória de prisioneiros à execração pública.

CLIQUE AQUI para ler as 402 páginas. (Arquivo em PDF de 19 MB)

11 comentários:

Aquiles disse...

Resta agora a punição justa e devida aos integrantes do Judiciário e da PF que fizeram todo aquele escarçeu que teve inquestionavelmente consequências eleitorias.

Anônimo disse...

Pela agressão sofrida pelo Prof.Silvestre e outros, estamos esperando que a sra. deputada federal Maria do Rosário, Ministra dos Direitos Humanos, faça valer a história da Presidenta Dilma.

Anônimo disse...

E falam ainda em ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO ??? Muita coisa tem se destruído nestes últimos anos aqui no Brasil, e parece-me que nossas instituições estão lamentavelmente fadadas ao retrocesso. Pudera, sob a batuta do PT, o que não se corrompeu neste país ???

Anônimo disse...

Onde esta o interrogatorio?????????

Mordaz disse...

A RBS adora desinformar o leitor.

Aquiles disse...

Maria do Rosário, a candidata-baldeação, não é Mnistra de Estado coisa nenhuma, e sim secretaria.

Esta no Diário Oficial da União.

Anônimo disse...

Nitroglicerina pura. Mas só mesmo a "mídia golpista" para tirar esses crimes a limpo e humilhar a gangue de parasitas que se apossou do nosso estado.

Anônimo disse...

A luciana genro e o pai della, tb serão acionados pela justiça...?

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

O estado do RGS vive uma tirania,tirania dos GAÚCHOS POLITIZADOS.
Como pode um povo,que se diz POLITIZADO,votar no atual governador,simplesmente não entendo.
ESSES GAÚCHOS POLITIZADOS SÓ FIZERAM MAL AO ESTADO,NADA DE BOM,A BAHIA MORRE DE RIR COM A POLITIZAÇÃO DO POVO GAÚCHO,BAH
Saudações

Anônimo disse...

POR QUE NÃO SE FECHA ESTA EXCRESCÊNCIA DO MINISTÉRIO PUBLICO DE CONTAS, E DESTINA A VERBA DA SUA MANUTENÇÃO PARA COMPRAR REMÉDIOS E MAQUINAS DE HEMODIÁLISE EM HOSPITAIS PÚBLICOS...

marcio disse...

bom dia, alguém teria uma cópia do relatório de 402 páginas da operação rodin pois não estou conseguindo acessá-lo no BLOG.
Grato
Marcio
marciopachecodasilva@gmail.com