Só Para Porto Alegre - Você percebe mais Brigada nas ruas ?

domingo, 25 de setembro de 2011

Saiba como acabou o MST no Brasil. Seus líderes radicais, agora, só brigam por verbas públicas.

Esta reportagem de capa da IstoÉ demonstra de que modo ocorre "O fim do MST", movimento social que perdeu o apoio, deixou de atrair os batalhões de excluídos e agora só é representado por facções raciais que só brigam por empregos e dinheiro público.

. O avanço da economia e o combate à miséria eliminaram o caldo de cultura do MST, que só sobrevivia em cima da exploração demagógica da miséria alheia.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

4 comentários:

fulanodetal disse...

Todas as siglas mentirosas que se formaram com a bandeira de fazer "justiça social" contra "as elite exploradora" acabaram e acabarão somente privilegiando os líderes. Depois que eles e seus protegidos próximos estiverem bem colocados e cheios de direitos e de grana, fim! Acabaram os motivos, acabou a luta. O resto, a massa de manobra, que se dane!

Anônimo disse...

Avanco social? Combate a pobreza??? Opaaaa... Um elogio ao pt no blog do polibio. Eduardo de pf.

Eu vi o que vocês fizeram, eu sei o que vocês são... disse...

Não contem com isso!!!

Nunca subestimem o "gen de destruição" do comunismo...

Anônimo disse...

O Etílico mostrou para todos os movimentos sociais, incluinto UNE, MST, etc que os cofres públicos são generosos e que esse negócio de trabalhar, se estressar, etc. já não é mais saudável. Viva o governo central e suas benesses com dinheiro público e que o setor privado trate de trabalhar e gerar riqueza, sem frescura de cansaço, doença, aposentadorias, etc.