Admissão de mudanças no Plano de Carreira do Magistério do RS expõe estelionato eleitoral de 2010

A admissão do governo Tarso Genro, PT, de que poderá implantar o piso nacional do magistério, mas apenas no caso de revisão do Plano de Carreira, é a patética confirmação de que houve mesmo estelionato eleitoral em 2010.

. É que Tarso e o PT, com o apoio explícito do Cpers, atacaram selvagemente a então Governadora Yeda Crusius, por ter explicitado que só poderia implantar o piso nacional do magistério, mas apenas no caso de revisão do Plano de Carreira.

. A entrevista a seguir, da ex-Secretária da Educação, Mariza Abreu, explica melhor o formato da enorme mentira eleitoral que enganou os eleitores do RS, mas não o Cpers, que agora se faz de ressentido e desentendido.

CLIQUE AQUI para ler a sentença.

- Embora o governo possa recorrer, a decisão da Justiça Federal do RS que o obriga a pagar o piso com a variação do Fundeb, encorpa o discurso da oposição. Além do efeito legal, a sentença tem fundamentos morais e éticos inatacáveis.

11 comentários:

Lopez Vergara disse...

Professor que é filiado ao CPERS deveria mudar de profissão... Não tem inteligência suficiente para ensinar quem quer que seja !!!

Anônimo disse...

Também concordo, professor que segue os petralhas não tem neurônios suficientes para exercer a profissão.

A PALAVRA DE TARSO VALE COISA NENHUMA,POIS NEM O QUE ESCREVEU QUER CUMPRIR.

DEPOIS DISSO, PROFESSOR QUE APOIA ESSES ELEMENTOS "EM GOVERNO" OU ESTÁ LEVANDO GORJETA OU É INCAPAZ MENTALMENTE.

Anônimo disse...

Continuo afirmando : o digno seria ele renunciar ao cargo para qo qual foi eleito de forma enganadora. Seria o mínimo a fazer.

Anônimo disse...

Continuo afirmando : o digno seria ele renunciar ao cargo para qo qual foi eleito de forma enganadora. Seria o mínimo a fazer.

Anônimo disse...

Bem feito, quem mandou acreditarem no Pravda (Zero Hora), Lucianta Genro e no Menino Maluquinho (Feijó)?

Anônimo disse...

O pior é que na decisão do juiz está explícito que os governos dormiram nas palhas e não modificaram os planos de carreira no período determinado pela lei do piso. Agora é tarde.
Governador: ajoelha e chora.

Luiz Vargas disse...

Penso que este foi um dos estelionatos. O futuro e a história poderão nos mostrar que houve um outro muito mais grave e que tem a ver com votação e urnas eletrônicas. Aquela vitória em primeiro turno, pelo menos a mim, não convence e não convencerá nunca. Ali teve coisa!
Já sabemos até onde os PeTralhas são capazes de ir e do que são capazes de fazer para levar adiante seu escamoteado plano de poder.

Anônimo disse...

Só Deus salva.

Anônimo disse...

O CPERS TEM QUE SE F...

Anônimo disse...

E Segue o baile......

Anônimo disse...

BEM FEITO PRÁ ESSES PROFESSORES PETRALHAS. MINHAS CUNHADAS( são 6 dellas, cruzes,) todas professoras petralhas, ainda não se convenceram de que este governo é falso e mentiroso. BEM FEITO PRÁ ELLES...!!!