Patricia Cavalcante: Perguntem no Senado e na Câmara quem é Magda.

Depois da entrevista de Marcos Cavalcante à rádio Guaíba, na ultima quarta-feira, agora quem aparece para dar a sua versão sobre a morte de Marcelo Cavalcante, ex-chefe do Escritório de Representação do RS em Brasília, é a esposa de Marcos, Patrícia. Diferentemente da viúva de Marcelo, Magda Koenigkan, que teima em dizer que foi suicídio, Patrícia, em depoimento ao blog do PSDB, reforça a tese da família de que seu cunhado foi assassinado. Ela traz vários questionamentos que reforçam a tese do assassinato e coloca no paredão a viúva de Marcelo. Patrícia também desfaz rumores e afirma que seu marido é seu sócio em uma rede de lojas há cinco anos.

Leia a seguir o depoimento completo de Patrícia.

Clipping
Blog do PSDB
31 de julho de 2009

Com a palavra, Patrícia, esposa de Marcos Cavalcante.

“É muito fácil 'anônimos' fazerem comentários tão maldosos... Primeiramente, o sr. Marcos é meu sócio numa rede de lojas há cinco anos, muito bem conceituada em nossa cidade e meu companheiro há quase oito anos! Tem uma ótima remuneração e não precisa de emprego! É muito querido por nossos clientes e parceiros!

Infelizmente para os seus leitores, ele não consome bebida alcoólica já há algum tempo, por motivos de saúde, e quanto ao consumo de drogas, nem comento porque chega a ser ridículo!

Nunca me meti no assunto, pois estamos inaugurando mais uma unidade, mas aqui vão alguns fatos relevantes:

- pode alguém pular de uma ponte, ponto turístico em nossa cidade, por volta das 14h, quando turistas e até mesmo cidadãos brasilienses nadam, pescam, lavam seus carros e tiram fotos, sem ser visto por NINGUÉM?

- este mesmo suicida pode cair de uma altura considerável (vejam fotos da ponte) e mesmo assim sua camisa estar dentro da calça e seus sapatos firmemente em seus pés?

- convenhamos, fatos estranhos... A ponte é monitorada 24h por câmeras de alta definição e zoom de aproximação, porém onde estão as imagens? E não são só estes...

- pode a sra. Magda retirar seu carro do local do "acidente" antes de avisar a polícia?

É por estes e outros motivos que Marcos Cavalcante entrou nessa luta, para descobrir a verdade! A sra. Magda, juntamente com seus amigos, vem constantemente denegrindo a imagem de Marcos Cavalcante. Homem sério trabalhador, sem passagens por tribunais de justiça e órgão de defesa de consumidores.

Quem é Magda? Verifiquem no site do TJDF. Coloquem no Google o nome Marcos Cavalcante. Perguntem no Senado e na Câmara quem é Magda.

Meu comentário vem somente para mostrar o lado do nosso querido e ilibado Marcos, afim de que parem com tamanhas injúrias sobre sua pessoa. As conclusões não são méritos nossos, cada um que tire a sua própria, livre arbítrio, é pra isso que serve."

3 comentários:

Anônimo disse...

Tu tá certo Polibio: defendendo teu pão de cada dia.

Anônimo disse...

O petralha também está certo, defendendo seu pão de cada dia, de algum computador de alguma repartiçãoo pública, ou de algum gabinete de deputado petista ou sede de algum sindicato... patrulhando a internet em defesa dos "cumpanhero".

Carlos Vargas disse...

Prezado Jornalista Polibio:
Se os PeTralhas lêem tua coluna e se permitem fazer comentários, mesmo que anônimos, é sinal que o jornalismo que fazes está incomodando a cumpanhêrada. A máscara desta turma cai um pouco mais a cada dia.
Estás bom caminho!