O Espírito Santo é aqui - Mais sete assassinatos, esta noite, na Grande Porto Alegre

A foto ao lado é mera ilustração.

Sem policiamento ostensivo nas cidades gaúchas (a Brigada abandou as ruas), cidadãos gaúchos continuam sendo abatidos como gado no RS, com ênfase para a Grande Porto Alegre. Nas últimas 15 horas, foram sete novos assassinatos, dos quais dois foram decapitados brutalmente.

Porto Alegre
Restinga. O corpo de um homem foi encontrado esquartejado na Estrada do Barro Vermelho, por volta de 1h. 
Belém Velho - Já no início da madrugada, um homicídio foi registrado no bairro Belém Novo, na Estrada do Lami. Um homem não identificado foi morto a tiros em via pública.
Rua Otávio Souza -  7h. João Carlos da Rosa Batista, 39 anos, foi encontrado com diversos tiros no peito no Acesso 2, nas proximidades da Rua Otávio Souza. 
 Rubem Berta - 7h, também no início da manhã, na zona norte, um tiroteio que durou ao menos cinco minutos vitimou um homem na Rua Abelino Nicolau de Almeida, na Vila Santa Rosa, bairro Rubem Berta.
Alvorada 
Dois homens foram em Alvorada, na noite de terça-feira. Uma cabeça humana foi encontrada no bairro Aparecida, e um homem foi morto a tiros no Passo do Feijó.
Canoas, no bairro Harmonia 
Homem foi morto a tiros.

6 comentários:

Anônimo disse...



A coisa continua a mesma, ou pior.

Após as falácias do Temer e do Polenta, ao anunciarem um tal de Plano Nacional de Segurança Pública que iria começar pelo RS, e com data de inicio nesta quarta-feira 15, ficou só na conversa mesmo.

O problema todo está na forma como os políticos incompetentes - e não raro corruptos- conduzem o assunto.
A área da segurança é muito diferente das outras áreas da administração pública em que eles conseguem empurrar com a barriga, através de lorotas.
Na segurança pública as ações tem que serem efetivas, com policia nas ruas, o resto é pura falácia.

Anônimo disse...

A que ponto de degradação chegamos! 90 % disso tudo devemos aos anos de chumbo dos governos petistas e de seus aliados de esquerda, onde vale tudo para os companheiros. A cartilha comunista foi seguida a risca: permissividade de toda a ordem, valores morais jogados no lixo, destruição da família e da sociedade, incentivo ao consumo de drogas, vide tentativas de descriminalização, corrupção do judiciário e por último, assalto aos cofres públicos numa sanha sem precedentes na história mundial.
Só restou a ESQUERDA no Brasil. Não há quem lhe faça oposição pois todos os partidos políticos foram corrompidos, hábil e soberbamente pelo chefe lulladrão e seus sequases.
Agora resta-nos um fio de esperança que é a operação Lava Jato, que está seriamente ameaçada pelos políticos, juízes e demais envolvidos, especialmente este governo "tremer" atual, atolado até o pescoço na roubalheira, que tudo fará para amordaçá-la. O que me causa ainda mais desencanto é a omissão das FFAA, salvo alguma rara voz dissonante, que até o momento, através do seu comando só vem a público para dizer que as nossas instituições continuam funcionando normalmente ou para reclamar e ameaçar, caso haja alterações na previdência dos militares. Declarações de apoio à Lava Jato, não são ouvidas.
Ainda me resta um fio de esperança que isso tudo seja uma questão de estratégia e que no momento certo saberão agir.

Anônimo disse...

É A FALENCIA TOTAL DO "PODER" PÚBLICO.

Anônimo disse...

METADE DO POVO NÃO SABE VOTAR E É SIMPÁTICO À ESQUERDA; A OUTRA METADE É BANDIDINHO, LADRÃO OU TRAFICANTE. NÃO SOBRE MUITA GENTE BOA PARA APAGAR A LUZ DO FAVELÃO NARCOTRAFICADO CHAMADO BRASIL! PARA CADA 100 BRASILEIROS, 2 DEVERIAM ESTAR ENJAULADOS, ATUALMENTE, OS OUTROS 98 DEVEM TRABALHAR PARA PAGAR PRESÍDIOS E POLICIAIS.

Anônimo disse...

Numa boa esses caras nao entendem nada de povo, querem liberar a maconha para libertar um terco dos presidios....quem nunca trabalhou jamais fara, eles vao migrar para outros crimes e as cadeias continuarao cheias.

Anônimo disse...

Penso que em situações e notícias como esta deve-se fazer a distinção em relação ao crime no sentido de separar se é briga entre quadrilhas ou se é caso que atinge um cidadão normal. Se não fizermos isto estaremos mascarando o que efetivamente está acontecendo.