Este blog vai lançar a revista "Leituras de Verão"

O editor lançará no dia 15 de dezembro uma nova publicação, intitulada “Leituras de Verão”. O projeto editorial completo, contemplará quatro edições por ano, uma por estação. A primeira delas já está ocupando vários arquivos nas nuvens.

O projeto editorial prevê leitura para toda a estação e nem de longe ficará reduzido a assuntos políticos e econômicos, expertise do editor.

Serão assuntos relacionados com assuntos gerais, como o leitor perceberá pelo exame do piloto que vai no link a seguir. Este piloto, visa dar uma ideia do que será a publicação. Não há compromisso de que ela será exatamente o que o leitor verá ali, já que se trata de uma rota que será seguida.
Você poderá ter uma idéia melhor da publicação, que será impressa a cores pela Noshang, 124 páginas, papel supremo e com lombada.

CLIQUE AQUI para examinar o piloto.

4 comentários:

Anônimo disse...

Senhor editor,

não precisa publicar este comentário.

Achei interessante a revista e seus articulistas.

Pergunto na matéria "Os remédios mais usados. O caso do Revotril." se não seria RIvotril??

Sucesso.

Anônimo disse...

parabens

Anônimo disse...

CHEFE DO EXÉRCITO VAI ÀS REDES E CRÍTICA CAOS FISCAL DE TEMER E MEIRELLES:

O general Eduardo Villas Boas, comandante do Exército, usou seu perfil no Twitter para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo; a instituição está enfrentando um grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras; contingenciamento de recursos é resultado do caos econômico de Henrique Meirelles e Michel Temer: enquanto Meirelles produziu um rombo anual de R$ 160 bilhões e estourou a meta, Temer gastou R$ 13,4 bilhões só pra se salvar; com isso, governo agora é obrigado a cortar em serviços básicos, como a defesa do País.

4 DE AGOSTO DE 2017

247 - O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, usou as redes sociais para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo. A crítica foi feita nesta quinta-feira, 3, em seu perfil no Twitter. Os recursos hoje disponíveis nos caixas do Exército são suficientes para que se chegue apenas até o mês de setembro.

“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, disse o general no microblog, ao falar sobre as dificuldades que a instituição está enfrentando e o grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras.

A principal queixa dos militares é de que o governo federal impõe seguidas missões ao Exército em todas as áreas, mas a equipe econômica não repassa os recursos necessários para o desempenho dos trabalhos. A última delas foi no Rio, com uma nova ida de tropas para as ruas, para tentar oferecer segurança à população.

As informações são de reportagem de Tânia Monteiro no Estado de S.Paulo.

PS: ]Bom sinal, até o EB já está perdendo a paciencia com O traíra. Caminho para Lula2018 está bem pavimentado. Agora é administrar os fracassos das panelas e esperar 2018 com paciência.

paulobon disse...

ASILO VIRTUAL - CONHEÇA A NOVA FORMA DE ELIMINAÇÃO DE OPOSITORES RADICAIS NA POLITICA NAS LIDES SOCIAS ATRAVÉS DO SITE dataasylum.com
Tendo sido por muitos anos um defensor do Cristianismo e opositor ao domínio comunista comecei a sofrer uma acirrada perseguição virtual em todas as etapas da minha vida privada. Hoje descobri que a minha saída será a publicação de todas as maneiras de invasão presencial que fazem na vida deum cidadão que deve ter sua privacidade resguardada pela Constituiçao. Todos os considerados inimigos perigosos por adotarem atitudes fundamentalistas estarão registrados e cadastrados nesta NVA REDE. UMA REDE INTERNACIONAL VIRGUAL .UM ASILO VIRTUAL.
Para os antipetistas. Xenofobos. Nazistas. Loucos perigosos e principalmente os psicopatas que puderem ser sacrificados antes de carregar uma bomba nocorpo.
Uma reação da sociedade burguesa contra o terrorismo mundial? Pode ser. Mas quantos inocentes com eu serão sacrificado?
Paulo Renato Bongiovanni Ribeiro