Opinião do editor - Imposto mais alto é ato abominável de má gestão pública

O presidente Michel Temer disse ontem a tarde em Mendoza, Argentina, que a"a população vai entender o aumento de impostos".

Não vai.

Trata-se de ato abominável de má gestão pública.

Nesta quinta-feira, o governo federal anunciou o aumento da alíquota de PIS e Cofins sobre combustíveis.

O recolhimento de impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros atingirá, por volta das 10h30 desta sexta-feira, a marca de R$ 1,2 trilhão, conforme o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Neste ano, a marca será atingida com 20 dias de antecedência em relação a 2016, quando o registro ocorreu no dia 10 de agosto.