LGTB de Porto Alegre não terá mais dinheiro dos contribuintes de Porto Alegre

O prefeito Marchezan Júnior decretou que não sairá um só tostão da prefeitura para a Parada Gay de Porto Alegre, programada paro dia 26 de novembro.

Não sairá dinheiro do povo sequer para palco, luz, sistema de som, trio elétrico e banheiros químicos.

A ONG Nuances procurará verbas (R$50 mil) junto aos gays, lésbicas e transsexuais