União quer garantias de R$ 14 bi para permitir adesão do RS ao Regime de Ajuste Fiscal dos Estados

O ministro Henrique Meirelles quer garantia de ativos que correspondam aos R$ 14 bilhões que o governo gaúcho quer tomar no âmbito da adesão ao Regime de Recuperação Fiscal dos Estados:

- R$ 4 bilhões de novos empréstimos.
- R$ 10 bilhões pelos três primeiros anos de carência das prestações mensais devidas pelos empréstimos da União.

Sem CEEE, Sulgás e CRM no negócio, o governo gaúcho não terá como fazer negócio.

A menos que Meirelles flexibilize.

7 comentários:

Anônimo disse...

Pelo futuro dos meus filhos, tomara que esse polenta do sartori não consiga.

Anônimo disse...

POVÃO AQUI DOS PAMPAS....PREPAREM AS TRALHAS E RUMO ATRAVESSAR O MAMPITUBA...DEU PRA TI....

O RS VAI SE TRANSFORMAR NUMA MARANHÃO DE 10 ANOS ATRÁS...ACABOU QUEBROU...A MISÉRIA, O CHORO DAS CORPORAÇÕES...VAI SER O PAPO DIÁRIO DA IMPRESSA...

QUEM VIVER, VERÁ....

A ESQUERDA MARXISTA/COMUNISTA ENCASTELADA NA ASSEMBLÉIA DO ESTADO VAI VENCER...SEU PROJETO DE ESPALHAR A POBREZA VAI DAR CERTO....

ENQUANTO ISTO...OS PAÍSES SEM O DOMÍNIO DOS COMUNISTAS SEGUE CRESCENDO E DISTRIBUINDO QUALIDADE DE VIDA PARA SUA POPULAÇÃO....

TÁ RUIM...AGUARDE...VAI PIORAR

João Paulo da Fontoura disse...

E dizem serem os gaúchos cultos! Que povinho! Quando aparece um governante sério, este não serve. Quero um demagogo, urgente, logo, Tarso, Tarso! !!

Maria Aparecida disse...

SEU JOÃO PAULO ELE PODE SER BOM PARA O SENHOR MAS PARA O POVINHO COMO SE REFERE NÃO,PARA EU E MEUS FAMILIARES QUE VOTAMOS NELE NÃO ESTÁ BOM SOMOS DEPENDENTE DELE SOMOS PROFESSORES,POLICIAIS CIVIS,BRIGADIANOS E DOIS FUNCIONÁRIOS DE UMA DAS EMPRESAS NA QUAL QUER PRIVATIZAR.ERRAMOS AO VOTAR NELE,AGORA VOU CONSULTAR COM UM VIDENTE PARA SABER QUEM É BOM OU RUIM .

Anônimo disse...

O destino do país entregue nas mãos do representante dos banqueiros.
Tamo Fu !

Anônimo disse...

Tu só sabe reclamar
Porque não te candidata pra Governador?

Porque não faz concurso público se é tão bom assim ser funcionário público?

Silvia Freund disse...

Sr. João Paulo!
Seu comentário atingiu o alvo em cheio. E não precisa ter bola de cristal nem consular vidente, é só estudar um pouco as atitudes pregressas dos candidatos. O Tarso foi prefeito, ministro e nunca fez melhor do que fez como governador. A Yeda é que não prestava, não é?