TRF4 aceita recurso da defesa do ex-presidente Lula e modifica resultado de correição parcial

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) deu provimento hoje ao recurso de embargos declaratórios ajuizado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e modificou os termos da decisão da correição parcial que questionava a ordem das oitivas de testemunhas no processo envolvendo o apartamento triplex.

O advogado Cristiano Zanin requeria que as testemunhas de acusação fossem ouvidas antes das arroladas pela defesa. Na ocasião, a defesa também pediu a suspensão da audiência que ouviria Emílio Alves Odebrecht e Alexandrino de Salles Ramos Alencar devido à juntada de mídias audiovisuais aos autos sem tempo hábil para serem analisadas pela defesa.

Como o pedido da defesa, feito primeiramente por meio de habeas corpus, não pode ser julgado em tempo hábil, tendo ocorrido a inquirição das testemunhas, o relator da Lava Jato no tribunal, desembargador federal João Pedro Gebran Neto, determinou nova oitiva seis dias depois.

Além da decisão, Gebran decidiu transformar o habeas corpus em correição parcial e, posteriormente, declarar o processo prejudicado por já ter sido cumprido o pedido. A defesa então ajuizou os embargos de declaração requerendo a mudança da decisão sob o entendimento de que havia sido dado parcial provimento, o que foi atendido pela 8ª Turma.

4 comentários:

Anônimo disse...

Estamos começando a estranhar o comportamento do TRF-4. Esperamos que eles não tentem destruir o trabalho que um Juiz pautado pela ética e decência construiram. Nao aceitaremos calados.

Anônimo disse...

- Desconfiamos muito da troca de presidentes do TRF4, bem na hora de julgar o filho do CÃO, o Luladrão.

FIQUEM DE OLHO no novo presidente THOMAS FLORES.

Depois que assumiu Thomas Flores no TRF4, o tesoureiro do PT Vaccari foi inocentado de um crime, evidenciando uma guinada de comportamento da Corte, para justificar de antemão, endossar uma futura absolvição do Luladrão!

Em 2014, também, tal qual aconteceu no TRF4 agora, trocaram os Presidentes no TSE,

na véspera da eleição presidencial,

assumindo o advogado do PT, o petista

que deveria ser DECLARADO IMPEDIDO,

o bolivariano DIAS TÓFFOLI.

Anônimo disse...

Eu escrevi num comentário neste Blog nuns dias passados que não dá para confiar no TRF4 e o Sr. Políbio não publicou meu comentário. Volto a afirmar: não confiem demais na turma que julga os recursos. Eles estão cedendo às pressões da turma do lula. Avisei.

Anônimo disse...

Justiça Centenária

Devagar e sempre
Como lula tem mais de 70 anos, ....