Saiba por que vem aí uma onda de investimentos privados na infraestrutura do Brasil

A Lava Jato tornou a sociedade muito mais vigilante sobre a exação dos contratos.

O editor anotou estes cálculos feitos pelo presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil, José Carlos Martins, que ontem ao meio dia falou no Sinduscon do RS:

- Está meridianamente claro que o setor público não tem dinheiro sequer para fazer a manutenção da infraestrutura material, que exigiria 3%do PIB e não conta sequer com a metade disto há anos seguidos. Se somarmos mais 2% para avançar, veremos que somente através de PPPs e concessões será possível cumprir o dever de casa. 

José Carlos Martins avisou que a queda da inflação e portanto dos juros básicos, além da retomada gradual da economia, fez aparecer dinheiro (só os Fundos de Pensão poderão alocar R$ 40 bilhões em infra, imediatamente) e o governo Temer vem aí com pacote completo, inclusive viabilizando PPPs e concessões municipais, tudo através da Agência Brasileira de Fundos Garantidores. Caixa e BB ajudarão os prefeitos na montagem e execução dos projetos.

"Vem uma revolução pela frente", avisou o presidente da CBIC.

4 comentários:

Anônimo disse...

Por décadas e décadas e mais décadas tudo o que o nosso país mais fez foi investir na tal da "infraestrutura"!

O que a nação ganhou com isso? Empreiteiras, prefeitos, governadores, deputados estaduais e federais milionários!

É preciso deixar de lado os tais investimentos em infraestrutura e investir em EDUCAÇÃO!!!!

Unknown disse...

Desculpe, ouço esta conversa faz muito tempo. Agora vai, agora vai, e continuamos um país de terceiro mundo, é só olhar em volta. Prefiro soltar os fogos depois que as obras tiverem prontas e fizerem o que prometeram, antes, não. E essa conversa sempre acaba da mesma forma, o pessoal diz que vai investir, MAS SE TIVER FINANCIAMENTO DO BNDES, ai não é investimento é esquema. Quem investe faz isto com seu dinheiro ou com financiamento internacional, sem esta conversa de BNDES.

ATENTO disse...

O BRASIL GANHOU SIM!

MAFIA PETISTA NÃO MAIS!

O QUE ERA UM "POTREIRO FECHADO", OU "UM PUTEIRO DE NEGÓCIOS" DESONESTOS SOB O COMANDO DE UMA MAFIA, O PT E LULA, A ESSAS ALTURAS MUNDIALMENTE CONHECIDO, DE NOVO VOLTA A SER UM PAÍS DE NEGÓCIOS,DE CONCORRENCIA, DE COMPETENCIA, E O CAPITAL VEIO,QUER ISSO , GOSTA DISSO.

SERÃO GANHOS EXTRAORDINARIOS PARA SE NOTAR EM BREVE AO VIVO E A CORES, E POR ISSO O DESESPERO DA QUADRILHA PETISTA.

TEMER TERÁ FEITO A COISA RUIM,DE UMA VEZ SÓ, E LOGO ESTARÁ MOSTRANDO OS BONS RESULTADOS DO REMEDIO RUIM MAS NECESSARIO, BENEFICIOS DE SUA AÇÃO.

OBS.:EDUCAÇÃO É PRECISO, E TALVEZ SEJA A REFORMA MAIS DIFICIL, 90% DOS PROFESSORES SÃO COMUNISTAS,SOCIALISTAS E NÃO TEM COMPETENCIA MENTAL PARA CAIR FORA DA "PROGRAMAÇÃO MENTAL" ESQUERDISTA QUE OS TORNA "ZUMBIS" CUJA IMPORTANCIA MAIOR NÃO FOI EDUCAR E SIM SERVIR AO "PARTIDO".
INFRAESTRUTURA OPORTUNIZA A GERAÇÃO DE RIQUEZA, EMPREGOS,DAÍ SAEM IMPOSTOS QUE SUSTENTAM A EDUCAÇÃO SAUDE E SERVIÇOS PUBLICOS.

SEM A ROUBALHEIRA,PODEREMOS SIM TER EM BREVE AGRADAVEL SURPRESA

Anônimo disse...

Me desculpem os comentários de 11:11 e 11:12. Há anos que se diz aplicar, mas a aplicação é pífia. Portos, estradas, transporte urbano, tudo sucata ou mal conservado.Por óbvio que educação é pilar em qualquer politica que objetive o futuro. Por outro lado, financiamento é financiamento, e somente é esquema se não aplicado ou pago pelo tomador. O fator ideologia sempre complicou o financiamento internacional. Veja o caso da duplicação da BR 101: somente saiu porque o governo se obrigou a implantar pedágio. Ficou mais de 20 anos aguardando pragmatismo responsável. Oxalá venha essa onde de investimento.