Marchezan Júnior anula gratuidade pela segunda passagem para quem usa TRI

O prefeito Marchezan Júnior assinou decreto nesta quinta-feira, pelo qual  anula a gratuidade pela segunda passagem nas integrações com o cartão de bilhetagem eletrônica TRI, isenta desde fevereiro de 2011 para quem pega duas linhas de ônibus diferentes em um intervalo de até meia hora. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) estima que, de cada cem usuários, 13 utilizem a segunda passagem grátis em Porto Alegre. Além do decreto publicado, a Prefeitura já enviou à Câmara de Vereadores seis projetos que reduzem isenções. 

Em 30 dias, o valor da segunda viagem passará a ser de R$ 2,02, metade da tarifa atual – que é de R$ 4,05. O limite de uso também passa a ser de três integrações por dia.

A justificativa da Prefeitura é buscar um impacto menor em reajustes futuros da passagem de ônibus. 

Os usuários da passagem escolar vão continuar com isenção de 100% na segunda passagem.

5 comentários:

Anônimo disse...

Ando de ônibus desde os 10 anos de idade, estou com 59. Marchezan com esse decreto estará eliminando a única vantagem que eu via até o momento em continuar andando de ônibus em Porto Alegre, a moribunda segunda passagem grátis. Agora, não vejo mais motivos para andar de ônibus em POA se eu puder pagar meu próprio carro, minha moto, bike, Uber, Cabify, lotação, ou ir a pé. Os empresários e a prefeitura querem fazer continhas de chegar nos seus lucros, mas estão talvez sucateando cada vez mais o nosso modal ônibus urbano.

Anônimo disse...

O país está quebrado é só tiram direito de pobre. Temer quer acabar com o abono do PIS, empobrecer mais ainda o trabalhador, Marchezan ataca usuário de ônibus, enquanto juíz bem remunerado recebe auxílio moradia. Dilma quando estava no governo atacou o seguro desemprego, apesar de ter desempregado 14 milhões, tirou direitos dos cidadãos. Governo existe para proteger os mais necessitados. Mas não no Brasil.

Anônimo disse...

Faz parte do grande "esquemão" com os diretores da Procempa - Eptc - Carrris ?
E pq o silencio do prefeito com aqueles diretores da Procempa que estão usando o serviço publico pra enriquecer as empresas que são sócios.
pq o silencio MP ? pq o silencio câmara de vereadores ? pq o silencio prefeito e vice-prefeito ? pq o silencio da mídia ?
Tá bem claro....tira os benefícios dos mais pobres pra ter mais ganhos nos aplicativos e serviços que serão implementados nos ônibus;
( tudo gerenciado por sócios) de grande empresas. ( Viva a Procempa) !

Anônimo disse...

Se acabarem com os ccs da Carris garamto que nao precisava disto.
Prefeito de familia classe alta nao anda de onibus coitado do povo ninguem quer andar de obibus passagem cara e falta de segurança

Anônimo disse...

Boa....chega d isencoes descabi
das quem paga é o povo