Fachin retira sigilo de delações dos marqueteiros do PT. Lula e Dilma terão novas e atrozes dores de cabeça ainda hoje.

O relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, o ministro Edson Fachin determinou a derrubada de sigilo das delações premiadas do casal João Santana e Mônica Moura. O casal de marqueteiros admitiu  ter recebido dinheiro sujo pelos serviços prestados em campanhas presidenciais do PT, tanto de Lula quanto de Dilma. Conforme o site G1, Fachin também autorizou a retirada de sigilo da colaboração premiada de André Luis Reis Santana, funcionário de Santana e Mônica. 

24 horas depois de Curitiba, Lula e Dilma terão novas e atrozes dores de cabeça ainda hoje, porque tudo será revelado.O documento com o conteúdo das delações, entretanto, ainda não está disponível no sistema do STF.

Os marqueteiros atuaram nas campanhas do ex-presidente Lula, em 2006, e nas duas disputas de Dilma ao Planalto, em 2010 e 2014.