terça-feira, 14 de março de 2017

Calote no Badesul pode chegar a R$ 300 milhões

As revelações feeitas ontem pela PGE sobre os calotes verificados durante o governo Tarso Genro não são as únicas que tirarão o sono do ex-governador.

MPF, MPE, TCE e Banco Central também investigam tudo e não deixarão pedra sobre pedra.

Os casos investigados não se resumem aos R$ 157 milhões checados pela PE, mas a pelo menops
R$ 300 milhões, envolvendo 27 empresas que receberam financiamentos em condições flexíveis.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se a lupa for menor, verão que é muito mais.