Artigo, José Nêumanne, Estadão - A república dos sem-vergonha

"O historiador cearense Capistrano de Abreu (1853-1927), colega de classe de padre Cícero Romão Batista no seminário de Fortaleza, não ficou famoso por causa disso, mas por uma piada, seu projeto de Constituição, que rezava, categórico:

 Artigo 1.º : Todo brasileiro deve ter vergonha na cara.
Artigo 2.º: Revogam-se as disposições em contrário.

Nenhum de nossos projetos constitucionais teve o poder de síntese dessa chacota, que de tão atual se tornou denúncia. A cada nova legislação este país se torna cada vez mais a 'república dos sem-vergonha'. E a sociedade dos otários espoliados. A primeira página do Estado de anteontem registrou: Câmara quer mudar delação premiada e prisão preventiva. E a notícia a que ela se refere, da lavra de Isadora Peron, da sucursal de Brasília, completou: 'Também estudam revogar o entendimento de que penas podem começar a ser cumpridas após condenação em segunda instância'.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

16 comentários:

Mordaz disse...

Maia prevê vitória fácil de Temer em denúncia. Presidente da Câmara acredita em quórum para votação no dia 2. Quer vergonha maior de uma nação que abraça a corrupção? Uma nação que agora o inimigo é a lava jato?

Anônimo disse...

O gabiru-mor já está condenado por corrupção. Quando for pra cadeia outros botarão a barba de molho e pensarão duas vezes antes de meter a mão no dinheiro do povo. O que os brasileiros honestos esperam é que os tribunais superiores aumentem a pena do grande destruidor da democracia.

Anônimo disse...

QUANDO VÃO ABRIR um processo de INVESTIGAÇÃO sobre as relações de FACHIN com a JBS?

Anônimo disse...

JBS COMPROU PRESIDÊNCIA DA CÂMARA PARA CUNHA, DELATA FUNARO

O empresário Lúcio Funaro —apontado pela Lava Jato como operador da cúpula do PMDB— confirmará sem seu acordo de delação premiada com a operação o que já havia sido antecipado por Joesley Batista: a JBS comprou a presidência da Câmara para Eduardo Cunha; segundo o dono da JBS, a empresa repassou R$ 30 milhões para Cunha "sair comprando um monte de deputados do Brasil a fora"; Cunha —que teve um papel crucial no impeachment de Dilma Rousseff— foi eleito para presidir a Câmara em fevereiro de 2015, com apoio de 267 deputados.

26 DE JULHO DE 2017

247 - A delação premiada de Lúcio Funaro —negociada com a força-tarefa da Lava Jato— promete afundar ainda mais o deputado cassado Eduardo Cunha.

Segundo interlocutores de Funaro, ele dirá em seu acordo de colaboração que a eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara foi comprada pelo empresário Joesley Battista, da JBS.

Joesley afirma que deu R$ 30 milhões para Cunha "sair comprando um monte de deputados Brasil a fora. Para isso que servia esses R$ 30 milhões". Na ocasião, em fevereiro de 2015, Cunha foi eleito em primeiro turno e com o apoio de 267 deputados.

As informações são da Coluna do Estadão.

Anônimo disse...

CONDENAÇÃO DE LULA POR MORO NÃO RESISTE À INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL:

Utilizando algoritmos de inteligência artificial (deep learning), o advogado, Mestre e Doutor em Direito, Professor Titular de Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito José Francisco Siqueira Neto, mostra que a sentença proferida pelo juiz federal Sérgio Moro contra o ex-presidente Lula não consegue estabelecer vínculo algum entre Lula que não seja com com o delator, ainda “em que pese o disfarce das páginas excessivas"; tecnologia empregada é um algoritmo de inteligência artificial (deep learning) para interpretação de textos com propriedade intelectual exclusiva, registrada em 60 países, sendo facilmente auditada.

26 DE JULHO DE 2017

Por José Francisco Siqueira Neto, na Revista Fórum - A Sentença da Ação Penal 5046512-94.2016.4.04.7000/PR, em trâmite na 13ª Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, proferida em 12 de julho de 2017, encerra uma importante fase da mais longa novela com enredo jurídico da maior rede de televisão do Brasil.

A partir de delação de um doleiro já conhecido de outras passagens da autoridade judiciária que proferiu a sentença em comento, foi desenvolvida uma trama ardilosa, indutora de comportamentos sociais de arredios a agressivos, escandalosamente destinada à desestabilização política do País, com claro protagonismo dos “inquisitores do bem” de Curitiba, por meio de uma unidade de ação entre polícia federal, ministério público e magistratura nunca antes ocorrida na história dos países civilizados e verdadeiramente democráticos.

Mesmo sem dizer ou assumir claramente, olhando em retrospectiva, não resta dúvida que muito antes do oferecimento da denúncia específica, o alvo sempre foi LULA. Não foram poucos – do início da operação até a denúncia – os comentários laterais no rádio e na televisão, enxurradas de mensagens nas redes sociais enviadas por robôs virtuais e humanos alimentando a expectativa de chegar a LULA com frases referência como “ir a fundo”, “passar o país a limpo”, “atingir os poderosos”.

Esse clima de laboratório foi meticulosamente montado, executado e monitorado pelo noticiário impresso, radiofônico e televisivo, com suporte substancial das redes sociais.

Tudo foi encaminhado de modo a “naturalizar” o oferecimento da denúncia pelo Ministério Público, anunciada em coletiva de imprensa em luxuoso Hotel, cujo ápice foi a apresentação do inesquecível power point com sinalizadores de todas as laterais em direção ao centro com a identificação de LULA.

Esse peculiar documento, contudo, é um infográfico sintetizador das informações decorrentes de papéis e gravações organizadas para conferir uma visão estruturada desse acúmulo. O resultado é a aparência, a sensação de muita evidência e prova de comportamento anormal. É o resultado máximo esperado pelos condutores das investigações e denúncias, porque causa evidente impacto.

O cenário e o ambiente estava montado para finalmente “o personagem mocinho-acadêmico- palestrante-ativista social- juiz” atuar.

A partir da denúncia começou a ser estudada a possibilidade de gerar a tecnologia de interpretação apresentada neste artigo com aplicação na Sentença da Ação Penal 5046512-94.2016.4.04.7000/PR.

(...)

sempre mais disse...

Kkkkkkk.....na Venezuela do ditador Maduro ele vai verificar se os que recebem o "carnê da pátria" vão votar na constituinte "dele". Esse é o.queridinho de Lula e Gleisi. Parece o bolsa- família do.Brasil. kkkkkkk

Anônimo disse...

Vai dar meia horinha de cu comunista retardado

Anônimo disse...

inclua ai nos sem vergonha os tantos juízes e procuradores que receberam 2 bilhões de reais em auxilio moradia dede 2014.

Anônimo disse...

LULALAU NA CADEIA .!!!

Anônimo disse...

Com consultoria, Meirelles recebeu R$ 217 milhões, boa parte no exterior:

26/07/2017

Jornal GGN - Com uma empresa de consultoria, Henrique Meirelles recebeu, 3 meses antes de assumir o Ministério da Fazenda do governo Michel Temer, R$ 167 milhões em conta no exterior. Quando já era titular da Pasta, lucrou mais R$ 50 milhões.

Os valores foram revelados pelo portal BuzzFeed, nesta quarta (26). O veículo acessou documentos públicos produzidos pela empresa de Meirelles, a HM&A, que estão registrados na Junta Comercial de São Paulo.

A reportagem mostra, no mínimo, uma contradição do ministro da Fazenda, que apela para que investidores mantenham seus recursos no Brasil quando ele preferiu receber no exterior.

"Procurado, o ministro afirmou que os pagamentos foram feitos fora do país porque seus contratantes eram empresas globais", apontou o jornalista Filipe Coutinho.

"Meirelles, agora ministro, disse em nota que 'confia integralmente nas instituições financeiras brasileiras e aconselha investidores a deixar seus recursos no Brasil porque o país oferece melhores relações de risco/retorno'", acrescentou.

"Disse, ainda, que os R$ 167 milhões referem-se a serviços prestados nos últimos anos, mas só pagos em 2015, com valores compatíveis ao do mercado. Meirelles diz ainda que confia nas instituições brasileiras e que hoje os valores estão num fundo de investimento mantido no Brasil", resumiu.

A matéria ainda conta que Meirelles começou a transferir os recursos do exterior para um fundo de investimento no Brasil em fevereiro de 2016, quando o processo de impeachment de Dilma Rousseff estava avançado e ele passou a ser cotado para assumir a Fazenda.

Do lucro total de R$ 215 milhões referentes a serviços prestados ao longo de 4 anos, Meirelles pegou para si, em 2015, R$ 167 milhões.

Entre as empresas que contrataram Meirelles estão as norte-americanas Lazard e KKR, e a brasileira J&F, que controla a JBS e Friboi.

Em setembro de 2016, Meirelles recebeu mais valores, já como ministro da Fazenda.

"O valor do lucro de apenas quatro meses do ano de 2016 foi de R$ 50 milhões. Nesse caso, a distribuição foi por meio da transferência para Meirelles da custódia de cotas da sua empresa no fundo de investimento cujo nome completo atual é: "Sagres Fundo de Investimento Multimercado Crédito Privado Investimento no Exterior".

"A posição de Meirelles nesse fundo é relevante. Segundo dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), eram apenas três cotistas naquele mês_ duas pessoas jurídicas e uma pessoa física, que possuía 68% do patrimônio. O fundo, aliás, tinha como patrimônio líquido R$ 77 milhões em setembro de 2016", acrescentou o portal.

Só em outubro de 2016, 5 meses após entrar para o governo Temer, "Meirelles deixou oficialmente de ter uma empresa de consultoria para megaempresários". No papel, a HM&A passou a "administrar bens, alugar e comprar imóveis, além de fazer investimentos".

PS: Lula tem de fazer um curso intensivo com o Meirelles, de como ganhar bastante dinheiro com palestras sem ser famoso, não ser investigado e muito preso.

Anônimo disse...

PORTO ALEGRE JA DEU SINAL QUE VAI MESMO CONDENAR O REU JA CONDENADO EM 1 INSTANCIA O LULA, É = PARABENS A PORTO ALEGRE, O ADEEEEEVOGADO DO LULADRAO LEVOU UM NAO BEM REDONDO QUERIA QUE DERRUBASSEM A DECISAO DO JUIZ MORO Q BLOQUEOU 9 MILHOES DO LULADRAO MAIS 600 MIL MAIS APARTAMENTOS , 2 CARROS E TERRENOS= TOMA LADRAO TEU LUGAR É NA PRISAO . PORTO ALEGRE MANTEVE A DECISAO DO JUIZ MORO

Anônimo disse...

OLHA O PELEGO PAGO COLANDO ESTES TEXT OS MENTIROSOS E RIDICULOS ELE ACHA Q ALGUEM LE ESTE LIXO,. SE INFORME MEU CARO PARE DE REPETIR BABOSEIRAS MENTIROSAS . O TAL MEIRELES Q É MINISTRO É ALIADO DO LULA , SIM LULA TAMBEM QUERIA ELE COMO MINISTRO DO GOVERNO BANDILMA E MAIS- MEIRELES ERA DA FRIBOI- TRABALHAVA LA= É MEIRELES , FRIBOI E LULA- SAO ALIADOS E TEMER FOI ELEITO PELO PT- SAO TODOS DO MESMO SACCO SUJO

Anônimo disse...

ATENÇAO AO QUE A MIDIA ESQUERDALHA ESCONDE

LULA MOVIMENTOU EM POUCO TEMPO MAIS DE 52 MILHOES SIM ISTO MESMO- 52 MILHOES. OLHEM NO BLOG IMPRENSA VIVA

AGORA FOI ENVIADO AO JUIZ MORO MAIS BANDALHEIRAS SOBRE AS TAIS PALESTRAS DO SAPO BANDIDO..... A PENA DELE VAI SER É PERPETUA HAHAHHAHA POIS A M. É MUITA .SE ACHARAM 9 MILHOES MUITO Q FOI BLOQUEADO IMAGINA AS PROVAS AGORA Q ESTAO COM A POLICIA SOBRE ESTA MOVIMENTAÇAO DELE DE 52 BILHOES EM SUA CONTA EM POUCO TEMPO É MEUS CAROS 9 MILHOES É UM APERITIVO DE ENTRADA

Anônimo disse...

Lugar de LALAU é na cadeia .!!!

Anônimo disse...

Enquanto isso......

GOVERNO ESTUDA ADIAR REAJUSTE A SERVIDORES:

Secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas; "O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou.

26 DE JULHO DE 2017

BRASÍLIA (Reuters) - A secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas.

"O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou ela, em coletiva de imprensa.

PS1: E os servidores públicos coxinhas vão dizer: a culpa é da Dilma.
PS2: Mas bateram panelas para Dilma cair. E agora? Cadê as panelas?
PS3: Os da PF fizeram muita força para derrubar a dilma, estão sendo premiados.
PS$: Mas nem tudo é tristeza o Judiciário e o MPF vão receber reajuste acima da inflação.

Anônimo disse...

Enquanto isso......
GOVERNO ESTUDA ADIAR REAJUSTE A SERVIDORES:

Secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas; "O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou.

26 DE JULHO DE 2017

BRASÍLIA (Reuters) - A secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas.

"O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou ela, em coletiva de imprensa.

PS1: E os servidores públicos coxinhas vão dizer: a culpa é da Dilma.
PS2: Mas bateram panelas para Dilma cair. E agora? Cadê as panelas?
PS3: Os da PF fizeram muita força para derrubar a dilma, estão sendo premiados.
PS$: Mas nem tudo é tristeza o Judiciário e o MPF vão receber reajuste acima da inflação.