Análise - Para onde vão as taxas de juros ?

Copom decidiu cortar a taxa Selic em 1 ponto pecentual, sinalizando a possibilidade de manutenção desse ritmo de redução na próxima decisão.


Mantendo o mesmo ritmo de cortes das duas últimas reuniões, o Copom optou por reduzir a taxa de juros em 1,00 ponto percentual, levando a Selic para 9,25% ao ano, em decisão unânime e sem viés, anunciada ontem, dentro das expectativas do mercado. 

A análise a seguir é do grupo de economistas do Bradesco. Leia tudo com atenção:

O Copom levou em conta os fundamentos macroeconômicos, com destaque para a estabilização da economia brasileira, o cenário externo favorável e a desinflação difundida, inclusive nos componentes mais sensíveis ao ciclo econômico. 

É importante mencionar a redução das projeções para a alta do IPCA, levando em conta o cenário de mercado:  3,6% para 2017 e 4,3% para 2018, com a Selic a 8,00% neste e no próximo ano.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Um comentário:

Anônimo disse...

E o BANRISUL, quando vai baixar a taxa de juros cobrada dos gaúchos, principalmente dos servidores, que têm salário parcelado? Isso ninguém sabe responder, o certo é que no final do ano será anunciado recorde de lucro. Os grandes bancos privados já baixaram suas taxas...