Foro fecha 4o Tabelionato de Porto Alegre

A direção do Foro de Porto Alegre fechou esta manhã, 10h40min, o 4o. Tabelionato de Notas da Capital, Azenha.

Os oficiais de Justiça que cumpriram a ordem informaram que o titular do tabelionato foi destituído.

Os clientes que se encontravam no local foram evacuados mesmo em meio a atendimentos.

A direção do Foro afixou cartazetes nas portas, avisando que o local reabrirá as portas na segunda-feira

8 comentários:

Anônimo disse...

Que pena. O atendimento era excelente.

Façanha, o advogado do povo disse...

ME DAVA COM O PAI E O FILHO DONOS DAQUELE CARTÓRIO DE TABELIONATO. QUAL A CAUSA DA DESTITUIÇÃO DO TITULAR?

Anônimo disse...

Tinha que ser antes de abrir as portas né? Tirar as pessoas do prédio no meio do atendimento é sacanagem!

Anônimo disse...

Infelizmente é o procedimento para destituição, mas é patetico com o usuario que já se deslocou e está aguardando atendimento. É evacuado porque a partir do momento que o oficial entrega a ordem nao pode entrar mais nenhum valor aos cuidados do antigo tabeliao.

Anônimo disse...

Porque esses vagabundos públicos não acordaram cedo uma vez na vida e chegaram lá ANTES do cartório abrir, sem permitir o acesso do público e criar a confusão que criaram? Resposta simples: porque vagabundo público está SE LIXANDO para o cidadão contribuinte, essa gente chata que paga o salário deles e SÓ por isso acredita que eles tenham que trabalhar. Tenho cada vez mais raiva dessa escória humana chamada "funcionalismo" público brasileiro, que o que menos faz é FUNCIONAR.

Anônimo disse...

Resquícios do Brasil colônia, se és amigo rei terás sesmarias,..., cartório.
Século XXI e o RGS ainda não conseguiu realizar direito um concurso público para nomear essas vagas ("tetas")

João Carlos Poyastro disse...

0 4º Tabelionato, para mim é o que tem o melhor atendimento e bem rápido em seus serviços. Conheço os filhos do Notário e são de uma gentileza muito grande com seus clientes. Espero que abra o quanto antes.

Anônimo disse...

só no BRASIL
pagar por uma flechina mais que o almoço de muitos brasileiros

covardia
sistema cheio de riquififi