terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Henrique Meirelles anuncia abertura de negociações e ações para recuperação fiscal do Rio Grande do Sul

O  ministro da Fazenda, Henrique Meirelles anunciou nesta terça-feira que a União e o Estado do Rio Grande do Sul iniciaram negociações para um plano de recuperação fiscal. Segundo ele, as avaliações sobre a situação financeira estadual e as soluções propostas no plano devem ser semelhantes ao que vem sendo estruturado com o Estado do Rio de Janeiro.

Meirelles não antecipou que outras medidas de ajuste fiscal poderiam ser solicitadas e nem que Banrisul, principal ativo do governo gaúcho, faria parte do acordo. “Fizemos avaliação preliminar da situação fiscal. O Estado já tomou uma série de medidas relevantes e abrangentes, portanto a expectativa é que o processo de elaboração e formatação do plano seja relativamente rápido”, disse Meirelles. Na próxima quinta-feira os técnicos da ministério e membros da equipe do RS começarão a trabalhar nas avaliações detalhadas da situação fiscal do e nas contrapartidas que serão exigidas.

15 comentários:

Anônimo disse...

chega de intermediários entreguem logo o rs pro governo golpista federal, bando de coxinhas incompetentes

Anônimo disse...

Espero que entre o Banrisul no negócio

Anônimo disse...

É a repetição do acordo Brito e Malan feito em 1998.
Detalhe: foi esse acordo que quebrou o estado.

Anônimo disse...

o polenta mole da serra vai vender até a nona dele, LEMBRANDO QUE FOI ELE O NEGOCIADOR DA DIVIDA DO RS, EM 1998.....#POLENTAINCOMPETENTE

Anônimo disse...

O RS que os petralhas golpistas e ladrões quebraram

Anônimo disse...

Mesmo que eu acredite que o PT seja o maior responsavel pela crise do RS, este governo do Sartorão da Massa nao me representa. Sugiro que entregue o governo a Temer... entre todos os incipientes, que fique a massa falida com o menos incopetente...

Anônimo disse...

QUE SAIA LOGO A VENDO DO BANRISUL.

Anônimo disse...

Estão tentando arrumar o legado dos mortaNdelas.

Anônimo disse...

Velho escroto.

Ladrão.

A dívida do RS já foi paga a anos.


São apenas juros abusivos.


E os nossos 70 bilhões que Brasília nos suga em impostos e não devolve????????


SUL É O MEU PAÍS.

Anônimo disse...

Só pelos comentários dá pra ver o nível dos doidos... A petezada quebrou o Estado e o país e faz de conta que não é com eles a CULPA de toda esta esculhambação.13 milhões de desempregados(número subestimado) . Talvez aprendam a votar na próxima eleição...!!!

Anônimo disse...


O canalha do Polenta, vai parcelar os salários deste mês novamente.

Mesmo com 129 dos seus projetos aprovados por seus asseclas na ALRS, o infame ainda não consegue pagar os salários em dia, e não adianta apelar para a justiça.
A Madre Superiora, já sentenciou que o RS não tem grana e que portanto não vai dar ganho de causa aos servidores, ainda que o dinheiro devido tenha natureza alimentar.

Todo este quadro, faz parte de um grande jogo, onde o poder federal vai extorquir o funcionalismo e os governadores saem como santos.

Vão vender tudo o que puderem, e se mandar.

Na mídia se vê algumas chamadas sobre a defesa do Banrisul, se ferraram porque na hora que o funcionalismo do Executivo precisou do banco, este os deixou na mão, agora querem ajudinha.

O Polenta vai vender o banco e mandar a policia baixar o cassete, sem dó, nos que protestarem e de inhapa lançar umas bombas da gás, para sentarem o pelo.

Anônimo disse...

Até que enfim, o trabalho pesado já foi feito, a sociedade gaúcha não quer entender, pois pelos comentários posta dos até agora, dinheiro cresce em árvore. O Sartori passou o pires e vai conseguir empurrar o problema para o próximo governador, pelo menos o traíra do Temer não vai virar a cara como a Presidenta virou para o Tarso.

ganhatudo disse...

Parece que o acordo fará com que o RS deixe de pagar a dívida com a União durante os próximos três anos.
Não esqueçam; a dívida continuará crescendo. Depois não vale reclamar, pois calote não vai acontecer e a dívida terá que ser paga no futuro, com juros, pois ninguém é bobo de emprestar e não cobrar juros.
Lembrem-se também que os juros serão altos pois o devedor não tem cadastro positivo.
Será só um aliviada na conta para o Estado poder respirar, e depois volta o sufoco.

Unknown disse...

Espero que o Judiciário e o Legislativo sejam cooptados a participar do sacrifício!!!
"Todos são iguais perante a lei maior"!!!

Anônimo disse...

ENTREGAR O BANRISUL NÃO RESOLVERÁ NADA, A DÍVIDA VAI AUMENTAR O PROBLEMA É QUE O GOVERNO FEDERAL CONTROLA OS JUROS DA DÍVIDA E AUMENTA QUANDO QUER OS JUROS E CRIOU ESSA DÍVIDA INJUSTA. O ESTADO DEVIA 5BI EM 95 E, AGORA, DEVE MAIS DE 50, SENDO QUE JÁ PAGOU MAIS DE 20 BI.

ESSE É O PROBLEMA E NÃO A ENTREGA DE PATRIMONIO.