Tito Guarniere - O julgamento do TSE

Não há razões para escândalo. O Tribunal Superior Eleitoral-TSE decidiu por maioria de votos, quatro contra três, que não havia razões suficientes para cassar a chapa Dilma-Temer. Julgou como quis, de forma soberana. Havia bons argumentos para ambos os lados. Mas é impressionante como existe gente que só ouve o apelo de suas próprias convicções. Ai dos fatos se eles saem diferentes do que eles imaginavam e queriam!

Então, tudo passa a ser "uma vergonha", tudo vai "acabar em pizza". Os "réus foram absolvidos por excesso de provas", a decisão do TSE "desmoraliza a Justiça brasileira": vai por aí o chororô cívico dos donos da verdade, dos justiceiros de plantão. Para esses, é preciso que corra sangue e só é virtuosa a decisão que coincida com suas inabaláveis certezas.

Mas se é assim, se o único resultado justo seria a cassação da chapa, então para que, mesmo, o julgamento? Para que um tribunal composto de sete juízes?

CLIQUE AQUI para ler mais.

16 comentários:

Alberto disse...

...até a hora em que a população começar a justiça pelas próprias mãos.

Emmanuel Carlos disse...

Nem consegui ler tudo! É muita bobagem...
Mas, para que não me tomem por tolo, já aviso: sou do ramo.
De saída, esse negócio de advogado dos envolvidos julgarem assuntos que tem relação direta com os envolvidos é o cúmulo da marmelada!
Tenho visto uns e outros com essa conversa de que a corte fez o certo em razão disso ou daquilo; conversa de perdedor conformado! Foi marmelada, muita gente envolvida com réus, testemunhas, delatores ... e toda a sorte de coisa.
Ao invés de vir com essa conversa fiada, melhor reconhecer: os bandidos estão ganhando ....

Anônimo disse...

Blog do Polibio Braga:

Artigo, Pedro Lagomarcino - Enforcou-se nas próprias cordas vocais.

A ilustração ao lado foi escolha do editor.

- Pedro Lagomarcino é advogado, RS.

Ao que se vê "caiu uma jabuticaba" no nariz do verdadeiro "Américo Pisca-Pisca" do Brasil.
Gilmar Mendes não descreveu a mais ninguém, do que a si mesmo ao citar o personagem de Monteiro Lobato.

Citou e definiu a si mesmo e, por isso, atraiu uma abóbora que despencou sobre seu próprio nariz.

Foi vergonhoso e bizarro assistir o voto de Gilmar Mendes no TSE.

Sempre estúpido, grosseiro, desrespeitoso, dono de um ego que pensa ser maior que o valor e o significado do TSE e do STF inteiro.

PS: Será que o tal Pedro Logamarcino vai se apitar? O Recado tá dado.

Anônimo disse...

Se engana o articulista. Até as pedras sabem que se dependesse de GM as contas da campanha Dilma/Temer seriam separadas, Temer seria inocentado e Dilma seria condenada a perder os direitos politicos por 8 anos. Na impossibilidade GM deu o voto de Minerva para inocentar a chapa.

Anônimo disse...

O que Gilmar Mendes dizia da ação no TSE em 2015, e o que diz agora:

Lilian Venturini 08 Jun 2017. Nexo

Gilmar Mendes era um dos sete ministros do Tribunal Superior Eleitoral quando a corte tomou a inédita decisão, em 2015, de abrir uma ação de cassação contra uma chapa presidencial, no caso a de Dilma Rousseff e Michel Temer. Como o magistrado gosta de lembrar, “modéstia às favas”, seu voto a favor do processo foi determinante. O ministro se atribui essa importância porque a primeira relatora do caso, Maria Thereza de Assis Moura, queria arquivar o pedido do PSDB, derrotado em 2014, contra a chapa vencedora. Ela alegou falta de provas que indicassem uso de propina desviada da Petrobras na campanha vitoriosa de Dilma e Temer. Os tucanos recorreram e levaram o caso para o plenário do TSE. Começou aí a atuação de Gilmar. Ele redigiu um voto firme, no qual afirmou haver indícios o suficiente para justificar uma ação, “em busca da verdade dos fatos”. As suspeitas e os fatos revelados até então pela Lava Jato, nas palavras de Gilmar Mendes, eram “constrangedores”. “É de corar frade de pedra”, escreveu em seu voto de agosto de 2015.

Passados dois anos, em junho de 2017, Gilmar agora preside a corte que julga a chapa. Os tempos são outros e o contexto político mudou, incluindo-se nessas mudanças a inclinação mais clara de Gilmar Mendes pela absolvição.

Anônimo disse...

COXINHAS FICAM QUE NEM NA MÚSICA DO CHICO BUARQUE: SENTADOS VENDO A BANDA PASSAR!

E cadê aquela turma de indignados que lotavam as praças vestidos de verde e amarelo?
Onde estão os batuqueiros de caçarola?
Cruzaram os braços?
Pois saibam que tem uma outra parte da sociedade que não espera a hora chegar...já estão até mesmo com o palanque funcionando e fazendo campanha presidencial!

AGORA É LULA 2018!!!

Anônimo disse...

Quando juízes e bandidos estão do mesmo lado, não podemos esperar que haja um julgamento...

Anônimo disse...

Quem é esse Tito Guarnieri de quem nunca ouvi falar? Seja lá quem for é um baita mentiroso e cara de pau. Quem escreve isso aí, não merece outro qualificativo: " Julgou como quis, de forma soberana. Havia bons argumentos para ambos os lados." Ele apenas esqueceu que um lado, o lado dele, ignorou todas as provas que condenavam a chapa Dilma-Temer.
Políbio, toma vergonha na cara e não repercutas mais artigos de idiotas como esse aí, se não eu vou pensar que o idiota és tu.

Anônimo disse...

E a corrupção continuaria? Ou o lula ainda não saberia de nada?

Anônimo disse...

Gilmar Mendes postergou o julgamento para dar tempo de que dois ministros do TSE, cada um de um lado, se aposentassem e Temer nomeasse, em substituição, outros dois da sua absoluta confiança e que votassem conforme a sua vontade. Com os votos destes dois sabujos do mordomo, com o do Boca Mole e mais o do Napoleão enredado até o rabo com a OAS e JBS é que foi feita a maior fraude de que se tem notícia nos tribunais superiores. Outra coisa: o que vocês acharam da corrido do filho do Napoleão para entregar ao vovô uma foto da sua netinha, justo no dia do julgamento - história muito mal contada.

Anônimo disse...

Anônimo das 18:28 , procure um psiquiatra ou um exorcista, talvez este último , com urgência .!!!

Anônimo disse...

Engraçado, quando convém é normal o julgamento senão é GOLPE. Parece que o editor classifica o resultado de acordo com a conveniência, já por várias vezes se manifestou veementemente com resultados que julgou ABSURDO. kkkkkkkk

Anônimo disse...

Engraçado, quando convém é normal o julgamento senão é GOLPE. Parece que o editor classifica o resultado de acordo com a conveniência, já por várias vezes se manifestou veementemente com resultados que julgou ABSURDO. kkkkkkkk

Unknown disse...

Imbecil!!! Digno da corporação OAB, dos 'adevogados', e dos nobres das supremas cortes podres do Brasil, dos "ministretes" de alto "QI"!!!

Anônimo disse...

Não consegui chegar à metade do artigo. Por favor, não libere artigos como esse daí, escrito por um idiota.

Anônimo disse...

Ao idiota babão de 13 de junho de 2017 18:28. É Lula lá em 2018 na Papuda, ou em qualquer cadeia fedorenta deste País. Este crápula não passa do final do mês para estar chorando em rede nacional dizendo que sua prisão foi golpe político. Ladrão safado merece apodrecer em uma cela. E você pode ir junto com teu ídolo.