Temer reúne governadores para examinar dívidas com o BNDES. Sartori esteve presente ao encontro.

O presidente Michel Temer ofereceu na noite desta terça-feira, no Palácio da Alvorada, um jantar a governadores e vice-governadores de diversos estados, além de ministros, parlamentares e presidentes de bancos públicos. O governador gaúcho José Sartori esteve presente.

Um dos temas do encontro é a liberação de crédito aos estados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

No encontro, o novo presidente do BNDES, Paulo Rabello, prometeu apresentar aos governadores, "nos próximos dias", um cronograma para a liberação de novos créditos aos estados.

Temer pediu uma solução até setembro para a renegociação das dívidas dos estados com o BNDES.

CLIQUE AQUI para saber quem esteve presente ao jantar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Qualquer analista político com dois neurônios sabe que Lula será IMBATÍVEL em 2018, pois NUNCA FOI DELATADO COM PROVAS, enquanto seu ÚNICO rival, o PSDB, está totalmente DESTRUÍDO e deverá ser EXTINTO, tendo em vista as descobertas da Lava Jato!!! Os outros candidatos, tipo Marina (amiga pessoal de Lula) e Bolsonaro (em eterna briga com nossa Maria do Rosário), são também carta fora do baralho!!! Por isso, trouxinhas deste site, acostumem-se com a idéia do retorno de Lula, que dói menos!!!!

Anônimo disse...

O que faz muito bem. No caso da JBS deveria bloquear a venda de ativos e imóveis da grupo para não levar um calote.

Anônimo disse...

O que faz muito bem. No caso da JBS deveria bloquear a venda de ativos e imóveis da grupo para não levar um calote.

Mordaz disse...

Para obstruir a justiça Temer abre os cofres descaradamente.

Anônimo disse...

"Joesley Folgadão, um dos donos da JBS, está de volta ao Brasil. E cheio de indignação. Quem diria! O homem que confessou 245 crimes e poderia ser condenado a até 2 mil anos de cadeia está falando grosso. Quem lhe deu tanta moral? Ora, deve ser Rodrigo Janot. Deve ser Edson Fachin." (Reinaldo Azevedo)