O que discutiram Eduardo Cunha, Joesley e Lula sobre o impeachment de Dilma ?

O blog O Antagonista é a única publicação que busca esclarecimentos sobre a informação passada ontem pelo ex-deputado Eduardo Cunha, preso em Curitiba, que revela um encontro sigiloso promovido por Joesley Batista e que reuniu o delator da JBS, Lula e ele. Eduardo Cunha disse que discutiram o caso do impeachment de Dilma, mas não avançou nada sobre o conteúdo da conversa. Leia a nota do blog e acompanhe o cronograma dos eventos narrados:

Adata do encontro clandestino entre Lula, Eduardo Cunha e Joesley Batista é fundamental para se compreender o que eles discutiram.

Eles se reuniram em 26 de março de 2016.

Dez dias antes do encontro, em 16 de março, Dilma Rousseff nomeou Lula para a Casa Civil, a fim de que ele obtivesse o foro privilegiado e escapasse da Lava Jato, que se preparava para prendê-lo.
No mesmo dia, o juiz Sergio Moro divulgou o grampo em que Lula e Dilma Rousseff combinavam a tramoia.

Em 17 de março, a Câmara dos Deputados elegeu os integrantes da Comissão Especial do impeachment.

Um dia depois, Gilmar Mendes suspendeu a nomeação de Lula para a Casa Civil.

O trio barra-pesada, portanto, reuniu-se para coordenar as manobras dos vários ramos da ORCRIM. O plano era enterrar a Lava Jato e negociar uma saída para o impeachment.

10 comentários:

sempre mais disse...

Quando será que Lula vai deixar o brasileiro viver em paz? O cara tá em todas!!! Se esse cara não for preso, não duvido nada que será presidente eleito pelas urnas venezuelanas.

Anônimo disse...

Os Antagolpistas NÃO escrevem VERDADES.
Escrevem SUPOSIÇÕES.
Portanto , isto é o que eles querem que seja a verdade.

Mordaz disse...

Ou melhor dito, dar o golpe para barrar a lava-jato e salvar a corrupção partidária. Cunha era o homem de Temer que chegava a mandar matar testemunhas.

Anônimo disse...

Acontece que no meio do caminho tinha uma pedra ... uma pedra só, não - um verdadeiro ROCHEDO chamado Sérgio Moro. Só por isso esses três canalhas não lograram seu intento de barrar a Lava Jato. Agora estão nessa aí se SALVE-SE QUEM PUDER. Da minha parte desejo-lhes que ninguém se salve e no fim morram todos abraçados!

Anônimo disse...

Mais uma história que mostra o quanto o mais honesto é traidor. Fazer o quê? Os esquerdopatas preferem assim...

Anônimo disse...

Está será a delação do ano e colocara Luladrao e Joesley Safadão seus devidos lugares. Cunha até merece ser premiado, afinal foi graças ao recebimento do impeachment por ele que ficamos livre definitivamente da Dilmandioca.

Anônimo disse...

Foram discutir sobre quem ficaria com a vaca, sendo alguns ficariam com os filés, um com o vazio, outro com as costelas e o povo ficaria com o estrume.

Anônimo disse...

o polibio é o cara que não acredita em gravação do temer, acha que foi montagem, e acredita em cartinha escrita a mão pelo eduardo cunha, mas é muita hipocrisia....

Anônimo disse...

Simples!!!!!!!!!!!!!! Quem levantou a lebre foi o "presidiário" Eduardo Cunha, do PMDB, então o Cunha que diga.

Suely disse...

Caro Políbio!
Leio o teu blog todos os dias,sempre confiando em ti como jornalista sério.É com pena que digo que deverias não confiar tanto no site Antagonista e é justamente o que tens feito de umas semanas pra cá.Não creio que sejas um mal informado.Como para mim, o Antagonista não tem a mínima credibilidade e tentam fazer seus leitores de idiotas úteis,fico pasma ao te ver citá-los inúmeras vezes.Nada mais.