Marchezan manda limpar os dejetos deixados pela greve pelega lulopetista

Da mesma forma que seu colega de SP, João Doria, o prefeito de Porto Alegre avisou que está trabalhando, como a maioria dos gaúchos.

Só não trabalham sindicalistas pelegos e chapas brancos, servidores bem avisados e pequenas franjas de empregados de bancos e transportadoras de passageiros.

É greve política que visa defender Lula e atacar a Lava Jato,.

Em SP, ameaçado de obstrução ao se deslocar para a prefeitura, João Doria avisou pelo Facebook:

- Vão acordar cedo, vagabundos ! Há muito tempo estou no trabalho, coisa que vocês nem devem saber do que se trata.

Em Porto Alegre, apesar das pichações e manifestações de minorias agressivas do peleguismo alojado na CUT e no Cpers, a vida segue normal.

O povo não é bobo.

12 comentários:

Unknown disse...

Matou a pau, Marchezan!!! Dá-lhe!!!

Trabalhador Indignado disse...

Veio trouxa. Estou em greve e quero ver Lula na cadeia. Difícil de entender isto para quem apenas um lado e baba o ovo pra ganhar uns trocados neste site de quinta categoria. Trabalho muito mais do que tu trabalhou toda a tua vida.

Anônimo disse...

Pra pelegada o direito de ir e vir não vale para os outros, só para eles. Tá na hora de botar esse pessoal pra trabalhar. O prejuízo dos lojistas deve fazer muita gente refletir. 2018 será dada uma resposta

Anônimo disse...

já passou da hora de alguma coisa ser feita por aqueles que tem poder para tal. Prender o pinguço escroto, responsabilizar a tigrada do maléfico e qualquer outra atitude que mostre que a casa tem dono!

Anônimo disse...

Marchezan hipocrita exibe imagem de um terceirizado, como se fosse um trabalhador normal.
Terceirizado que faz greve vai para rua, este direito vai acabar junto com o trabalho de carteira assinada, logo que estas duas ultimas reformas do governo forem aprovadas.

O governo se aproveita do odio que os demais sentem dos servidores publicos para passar leis equivalentes ao regime chines.
O novo padrão para os brasileiros terceirizados que terão seus acordos coletivos com peso de lei será trabalhar 10 horas ou mais por dia para seus novos patrões chineses para os quais grande parte das empresas publicas está sendo terceirizada.

Muitos jornalistas estão caindo nesta também pelo ódio que sentem do servidor publico, mas estão deixando sua visão turvada escapar a verdadeira atrocidade por tras destas reformas.

Anônimo disse...

Vão trabalhar vagabundos.

Anônimo disse...

E esse Marchezan tb nunca trabalhou, so vive de politicagem.

Anônimo disse...

Em São Paulo...um coitado que foi impedido de passar...e cercado pela gentalha foi obrigado a seguir em frente..atropelou esses fdp...vai sofrer agora as consequencias...Os jornalistas em peso estão crucificando o individuo...Eu faria o Mesmo...Pe no acelerador...vai trancar a rua do inferno cambada!

Anônimo disse...

Agora momento é me passar a conta dos prejuízos causados com placas, bancos quebrados e demais bens públicos, fazendo com que os organizadores - sindicatos paguem os danos causados!

Anônimo disse...

Só faltou falar que o nobre prefeito Marchezan (ou se preferirem o Sartori II) não pagou os salários desses coitados que realizaram a limpeza porque diz que não tem dinheiro. E quem trabalha de graça é o quê?

Unknown disse...

Dá com as duas mãos, por mim, meu futuro governador!!!

Anônimo disse...

"Trabalhador indignado" das 14:56 hs, quando ofende da forma que se manifesta, não é trabalhador e nem indgnado é apenas um incauto vermelho escarlate revoltado.