quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Número de latrocínios (roubo seguido de morte) aumentou 14,7% em 2016 no RS

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul divulgou dados da criminalidade no estado em 2016. Os números foram apresentados na sede da SSP, em Porto Alegre, pelo secretário Cezar Schirmer na manhã desta quinta-feira (26).

Os casos de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, aumentaram 14,7% no último ano em relação a 2015. Em 2016, foram 164 latrocínios contra 143 registrados no ano anterior.

Números em comparação entre os anos de 2015 e 2016

Aumentaram
Homicídio doloso: 2.431 em 2015 para 2.608 em 2016 (7,28%);
Roubo: 80.606 em 2015 para 87.633 em 2016 (8,71%);
Latrocínio: 143 em 2015 para 164 em 2016 (14,68%);
Delitos relacionados a armas e munições: 7.616 em 2015 para 7.709 para 2016 (1,22%).

Caíram
Homicídio doloso de trânsito: 25 em 2015 para 19 em 2016 (24%);
Furto: 163.641 em 2015 para 157.919 em 2016 (3,49%);
Furto de veículo: 20.454 em 2015 para 19.542 (4,45%);
Roubo de veículo: 18.162 em 2015 para 17.640 em 2016 (2,87%);
Extorsão: 423 em 2015 para 419 em 2016 (0,94%);
Extorsão mediante sequestro: 20 em 2015 para 16 em 2016 (20%);
Estelionato: 18.257 em 2015 para 16.197 em 2016 (11,28%);
Delitos relativos à corrupção: 451 em 2015 para 437 em 2016 (3,10%);
Entorpecentes (posse): 11.542 em 2015 para 10.340 em 2016 (10,41%);
Entorpecentes (tráfico): 9.133 em 2015 para 8.764 em 2016 (4,04%)

3 comentários:

Anônimo disse...

O Governo Sartori teve um baita desempenho. Crescimento em 3 ítens e redução em 10 ítens!

Se descontarmos os mortos em guerra de tráfico, no ítem homicídio doloso, este ítem também deve sofre redução.

Certo???

Mr. Lincoln disse...

Os revolveres ficaram obsoletos, agora só se assalta ou executa com pistolas com capacidade para dezenove tiros. É o progresso, é o progresso... E o DESARMAMENTO como é que ficou? Afinal, que país é este?

Unknown disse...

Que orgulho!!! Vale a pena ser bandido!!!